Comentários

Condução de veiculos de emergência por policiais

Condução de veiculos de emergência por policiais

É obrigatório curso especial para a condução de veículos de emergência por integrantes de forças policiais, devidamente averbado na CNH.

Publicado em . Elaborado em .


Comentários

6

  • 0

    Leonardo Mateus

    HOJE RENOVEI MINHA CNH, SOU POLICIAL MILITAR E TENHO O CURSO A DISTANCIA DE CONDUTOR DE VEICULOS DE EMERGENCIA A DISTANCIA, SENDO QUE NÃO FOI POSSIVEL COLOCAR EM MINHA HABILITAÇÃO POIS O CURSO FOI FEITO POR SAO PAULO, SOMENTE SE NO CERTIFICADO FOSSE DO RIO QUE ENTRARIA AUTOMATICAMENTE NO MEU PRONTUARIO.
    PORTANTO GOSTARIA DE SABER, SERA QUE TEREI DE FAZER OUTRO CURSO ?

  • 0

    Joe Barbosa

    Corretíssimo. Sou pM do RJ e aqui a instituição simplesmente publicou que basta a habilitação par conduzir as viaturas. Tal fato se deu na época em que os policiais começaram a ameaçar exigir que todas as leis. como validade de coletes, de muniçoes, cursos para conduzir veiculos, etc fossem cumpridas. O cmt à epoca achou, e funcionou, pq ninguem se pronunciou sobre o fato, que com uma canetada resolveria tudo. e resolveu aparentemente, ate alguem envolvido em um acidente desses em que o condutor não tenha o curso buscar a justica

  • 0

    Joel Lira

    Um ótimo artigo, de fato os administradores públicos estão longe do ideal, sem nenhum comprometimento com a legalidade de suas ações. Quantos agentes de segurança publica dirigem sem possuir o CCVE.

  • 0

    Mauro

    Um questionamento: Ao analisar o artigo 29, VII do CTB e o artigo 1º c/c § 3º da Resolução 268/2014 DENATRAN, os referidos não classificam como veículos de emergência, as viaturas da guarda municipal e de serviços penitenciários. Portanto, no meu entendimento, as viaturas estão transitando ilegalmente com dispositivos sonoros e luzes intermitentes vermelhas, e consequentemente, seus condutores não necessitam de curso especial para condução de veículos de emergência.

  • 0

    Cleber A. Alves

    Como o próprio autor expôs, há um prazo até 28 de fevereiro de 2015 para que as instituições que utilizam referidos veículos se adaptem às exigências legais. Assim, antes da data mencionada não pratica qualquer infração o servidor que conduz referidos automotores. Quanto ao DPF, já foram convocados os servidores para a realização, ainda em 20144, do curso de que trata o artigo em questão.

    Quanto ao autor, percebe-se tratar-se de pessoa bastante capacitada, portadora de diversos títulos. Por que não alçou o cargo de Delegado dentro da sua instituição? Será que nunca tentou o concurso?

  • 0

    honorio vieira

    Infelizmente os doutos e mandantes da segurança pública (delegados e coronéis) que por total falta de capacidade administrativa, por são estão preocupados com o poder dos cargos que ocupam, não capacitam os servidores policiais, os fazendo claramente desrespeitar nas normas vigentes para a condução dos veículos especiais, e como pode-se cobrar que os outros a cumprirem se quem deveria cumprir não cumpre as leis, como diz o ditado popular:"caso de ferreiro, espeto de pau".

Voltar para o texto: Condução de veiculos de emergência por policiais