No mês de Janeiro do ano em curso contratei um advogado para dar entrada no processo de Exoneração de Pensão pois meus filhos já são todos maiores de idade 39/34/31 anos respectivamente, todos casados, com emprego fixo e residencias também, já foi marcada três audiências e nenhum delas os citados compareceram, na primeira audiência o advogado da minha ex apresentou uma atestado medico do Hospital Regional de onde ela reside alegando que ela estava com a pressão 240x200 "Pelo que sei uma pressão a este nível é um infarto", na segunda audiência não houve pois meu advogado contestou devido o juiz ter pedido a presença dos três filhos e só uma foi citada, marcada outra audiência para dia 4/10/2016 e chegando lá não apareceu ninguém, meu advogado pediu deferimento e multa pelo não comparecimento dos réus citados, segundo consta em petição feita pelo advogado da minha ex os filhos abriram mão da pensão e passou para ela o recebimento dos 40% que desconta dos meus proventos, sou aposentado e tenho 61 anos de idade, o advogado da ex alegou que ela é idosa e sofre de doenças cronicas e não tem meio de subsistência a não ser este salário que recebe mensalmente, propus deixar 20% por livre e exponencia vontade para que as coisas se resolvessem mais sem muitas delongas, dia 4/11 faz um mês e o juiz sequer deu o parecer, meu advogado esta ciente dos fatos e as provas que dei para ele são verídicas que existe interversão dos irmãos dela juntamente com alguém do fórum da cidade onde ela reside para o atraso da decisão do juiz. Gostaria de saber o que fazer para que este caso seja resolvido pois no mês 02/2017 faz uma ano que dei entrada . Já conversei com meu advogado amigavelmente, ele é bom profissional mais me parece que não gosta de esclarecer certos fatos ao cliente, ele me cobrou R$ 2.000.00 reais para resolver esta causa, na assinatura da procuração eu paguei R$ 1.000,00 reais, logo depois da 1ª audiência ele educadamente me cobrou a segunda parcela que foi de R$ 500,00 reais e a uns dias atrás antes que seja julgado o parecer do juiz ele me cobrou a terceira parcela ou seja R$ 500,00 reais que totaliza os R$ 2.000, reais, além disso ficou acertado que eu pagaria o combustível pois fui no carro dele, fomos lá duas vezes e o total do combustível já soma R$ 240,00 reais pois são 360 kms de ida e volta, todas as provas apresentadas que forneci para ele são de total legitimidade e não sei por que esta acontecendo esta demora do juiz dar o parecer final, já tenho 22 anos de separado e a 13 anos pago a mais 40% do meu salario a minha ex pois meu filhos como já citei são todos maiores e dono das suas próprias vidas.

Nilson Franco

Respostas

0

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.