Um Policial Militar desde 2002 faz tratamento psiquiátrico, além de problemas de pressão. No decorrer de sua vida se envolveu num imbróglio onde foi acusado de cometer uma extorsão. O Crime ou a modalidade criminal pode ser ocasionada por distúrbios de um tratamento adequado que sabemos que o policial militar não tem. As leis vigentes dizem que o policial militar tem de estar apto de saúde para ser avaliado por uma comissão Disciplinar. Logo, ele estando em tratamento de esquizofrenia e depressão profunda ele pode ser submetido ao PAD Militar sem o apto da junta médica?

Se puderem me esclarecer ou trocar idéias sobre o tema pode me chamar no zap 21 996041599 ou no meu email ptgurgel1@hotmail. com

Respostas

0

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.