A avó da minha esposa vem constantemente sendo agredida psicológicamente e físicamente pela filha (54 anos), minha sogra e pelo neto (22 anos) meu cunhado querendo dinheiro da srª de 82 anos.

Ambos não trabalham e não estão nem ai para isso. Minha sogra sempre usa alguma desculpa para não trabalhar e meu cunhado faz o mesmo, sendo que ele mesmo fica o dia inteiro trancado no quarto e só sai para comer e brigar com a avó.

Quando o avô da minha esposa ficou doente (demência) a filha e o neto que moravam com os dois idosos largaram eles, fomos visita-los um dia e notamos que o Srº estava com uma ferida aberta e cheia de "bichos" e todo sujo e a outra filha (que morava na mesma casa q eu e minha esposa) levou o Srº e a Srª oara mroar conosco.

Infelizmente após alguns meses o Srº veio a falecer devido a demência em estado avançado e a Srª continuou morando conosco.

No final de setembro por motivos de doênça da tia da minha esposa (fez uma cirurgia e entrou em como por um mês) acabamos indo morar todos de volta na casa da avó da minha esposa (nenhuma delas quiseram ir morar na minha casa pois não querem sair da região que moram a anos), como a tia da minha esposa necessitava de ajuda no inicio ficamos com ela (a ideia minha e da minha espoaa era ficar com elas por um ou dois meses e depois mudarmos para minha casa), porém como estamos residindo no local descobrimos esse fato citado no inicio do texto, a agressão física e psicológica contra a Srª de 82 anos.

Como eu trabalho, não notei no inicio pois isso ocorria na parte da tarde, minha esposa me falava que elas brigavam, mas eu imaginava que era algo mais "ameno", mas um dia minha esposa gravou o audio da briga e me enviou e vi que isso era mais grave e informei aos outros filho da Srª sobre os acontecimentos, ao fazer isso a minha sogra (agressora) e meu cunhado (agressor) ficaram mais irritados e começaram a agredir (meu cunhado "apenas" psicológicamente nunca vi agredindo, apenas ameaçando agredir) a Srª até quando eu estava em casa e isso ocorre todo dia!

Fiz uma denúncia nos direitos humanos (proteção ao idoso) e informaram que pode demorar para fazerem algo, na delegacia informam que devemos falar com a proteção ao idoso e ficamos na mesma.

Após eu ter feito isto as agressões físicas "diminuiram" porém a psicológica continua constantemente (ofende a srª com palavras de baixo calão, ameaça matar, fala que vai morrer, diz que a casa é dela e muitas outras coisas) e agora começou comigo também, até ameaça de morte já recebi (não temo a ameaça deles mas existe).

A srª dona da casa quer mandar os dois ou ao menos a filha (minha sogra) embora porém se continuar assim e for fazer pedido judicialmente pode demorar anos e do jeito que anda a Srª pode vir a falecer por conta do estresse que passa.

É permitido que expulse eles sem o amparo inicial de uma ação judicial? Por exemplo botar as coisas deles na rua e mandar se virar ou isso é proibido?

Devo acescentar que a residência é da Srª e todos os filhos dela (irmão da agressora) querem a expulsão dela também.

Ps.: Eu posso muito bem sair de la com minha esposa e meu filho e ir para minha casa agora, mas com as ameaças feitas a Srª e a tia da minha esposa seria algo imprudente, pois podem matar qualquer uma das duas e de fato isso é possível pois quando mais nova a agressora já empurrou uma irmã da escada e ameaçou com uma faca.

Ps².: Existem agressões verbais também contra a tia da minha esposa que é diabética e recém operada de 2 tumores mamários, uma das ofensas mais ditas a ela por sinal é de que ela vai ter cancêr novamente e é constantemente chamada pela irmã e sobrinho (agressores) de "sem peito", já ameassaram também se ela tiver mais um ataque hipoglicemico seguido de convulsão (já ocorreu diversas vezes e eu corri com ela pro hospital, sendo três mês passado) vão deixa-la morrer.

Respostas

0

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.