A ex companheira do meu pai entrou na minha residência sem autorização, e não estava querendo sair do local, dizendo para eu agredi-la para me denunciar. A mesma só saiu do local quando chamei a polícia, porém quando a polícia chegou ela já havia saído. Durante a situação, a pessoa gritava para toda vizinhança dizendo que eu ia matar a filha dela (minha irmã) e que ela (minha irmã) estava correndo risco de vida ficando perto de mim. A mesma pronunciou palavras muito ofensivas contra mim e gerou um constrangimento muito grande em toda vizinhança. Meu pai estava presente durante todo o corrido. Quero processa-la e quero que pague pelo que fez. Como proceder?

Respostas

2

  • 0
    R

    rui barreto Sábado, 31 de dezembro de 2016, 18h47min

    Olá Samuel, que situação chata hem??? Bem no final de ano rapaz, se a situação chegou a tal ponto realmente você e seu pai devem fazer alguma coisa para que isto não se repita ok? Bem, se ela é uma ex-companheira de seu Pai, por qual motivo ela estava em sua casa? Você saberia dizer se houve alguma discussão entre seu pai e esta ex namorada dele? Veja Samuel, todos os detalhes do ocorrido precisam e devem se esclarecidos de uma forma muito RESPONSAVEL E HONESTA, pergunte ao seu Pai por qual motivo este escândalo dela, ele deve saber não é? Pergunte e diga a ele que você vai abrir um BÓ contra ela sobre tudo que aconteceu, vamos ver se ele vai concordar, até porque a namorada era dele, e ninguém melhor do que ele próprio para testemunhar certo? Na verdade existem dois caminhos ou mais para tirar suas duvidas, mas primeiro veja com ele, ATÉ PORQUE ELE É A TESTEMULHA PRINCIPAL DISTO TUDO, entendeu? VAMOS SUPOR QUE ELE NÃO CONCORDE EM FAZER BÓ SENDO QUE ELE SERÁ SUA MAIOR TESTEMUNHA, entendeu porque perguntei? veja com calma e refaça sua pergunta mas já com as respostas...Apesar disto tudo, te desejo UM FELIZ ANO NOVO, e não esquente a cabeça, afinal ela é ex do seu pai e não sua....abço

  • 0
    Lisnei

    Lisnei #{user.city.long_name("/")} 182613/MG Segunda, 02 de janeiro de 2017, 6h17min

    Você pode diante do BO que creio já ter sido feito, uma vez que policiais, já estiveram na sua casa, no minimo esta senhora assinará um termo circunstancial de ocorrência. Você deve processá-la, por injúria, por ela ter gritado e te xingado, e por calúnia, pois te acusou de crime. Neste caso não cabe o crime de difamação, a menos que ela venha fofocando com seu nome em diversos locais, inclusive usando a web para tal. No mais siga o conselho do Dr. Rui, pois de repente, seu pai deve ter umas pendengas com esta mulher que ainda não foram resolvidas, e o problema dela é com voce e não com ele.

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.