Meu marido paga pensão para um filho fora do casamento 20% , nós temos mais 3 filhos , pagamos aluguel fora outras despesas , eu trabalho também para atribuir , mas fico com a maior despesas com as crianças pois ele paga essa pensão que está vindo alta , eu posso entrar e recorrer pelos meus filhos? Afinal o que ele da pra todos não chega nem perto do que vai só pro dele , e eu tenho outra filha também de pai falecido que não recebe pensão, a mãe do outro filho não trabalha e ele tem dez anos e eu tenho uma bebê e trabalho, preciso de uma orientação?

Respostas

11

  • 0
    L

    Laura Silva Sexta, 07 de junho de 2019, 0h23min

    Quem tem quem entrar com pedido de revisão de pensão é ele e não você.
    O fato da mãe do filho dele não trabalhar não interfere, na verdade a obrigação de sustentar o filho é dela também é não de inteira responsabilidade de apenas um genitor.
    Converse com ele é expresse sua opinião, mas quem tem que pedir revisão da pensão é ele.

  • 0
    C

    Caroline Sexta, 07 de junho de 2019, 3h25min

    Entendi ! Obrigada por responder, mas pensei que como não somos casados no papel poderia entrar com pedido de pensão pros meus filhos , assim compro oque eles precisam sem ficar tudo só pra mim, e não gosto de estar pedindo, queria que estivesse na minha conta para uso deles .

  • 0
    F

    fauve Sexta, 07 de junho de 2019, 5h57min

    Caroline você só pode pedir alimentos a seus filhos quando estiver separada do pai deles. Antes disso seria fraude apenas para burlar os direitos da outra criança.

  • 0
    C

    Caroline Sexta, 07 de junho de 2019, 6h50min

    Bom dia , iria apenas ver o direitos dos meus filhos não mentir ou fraudar nada , pois sei que o outro tem direitos assim como de alguma forma os meus devem ter . Eles fizeram um acordo a tempos atrás quando tinha apenas um filho com ele no qual ficou 15% pra cada, como meu marido achou que podia dar mais ofereceu 20% , mas agora temos mais 2 e sei que meus filhos tem direitos , não é porque moramos juntos que eles são menos que o outro, e eu compartilho com as despesas mesmo casada né, então os dois deve compartilhar a do outro filho também e não ele sozinho , mas se a maneira correta for ele recorrer e não eu assim será.

  • 0
    F

    fauve Sexta, 07 de junho de 2019, 7h04min Editado

    Tentemos de outra maneira: enquanto os seus filhos morarem com o pai não tem como você pedir alimentos a ele. Quando você se separar do pai deles então uma ação de alimentos será cabível.

    Vivendo na mesma casa não se fala em pensão alimentícia. O que o casal faz com o dinheiro de ambos não é objeto de tutela pela justiça.

    O pai pode tentar uma revisional de alimentos. E essa revisional pode ou não ser acatada pelo juiz. Conheço muitos que dizem que a falta de planejamento do genitor não é motivo para diminuição dos alimentos devidos ao alimentado.

    E você não tem nenhuma responsabilidade para com o filho da outra.

  • 0
    C

    Caroline Sexta, 07 de junho de 2019, 7h12min

    Muito obrigada , esse ponto que penso ,não tenho obrigação com a outra criança, ele fez um acordo na época para beneficiar mais a criança que hoje me prejudica pois tenho que arcar com muitas despesas dos nossos filhos e o dele anterior está assegurado da pensão e eu tenho que arcar com os nosso , mas como ainda moro com ele entendi que isso não é problema da justiça ou eu me separo ou ele pedi uma reavaliação dá pensão e fica a mão do juíz diminuir ou não.

  • 0
    C

    Caroline Sexta, 07 de junho de 2019, 7h17min

    Então minha dúvida foi esclarecida, ele que tem que ir resolver , se caso ele não for eu me separo, não vou privar meus filhos de ter o de direito deles e nem vou trabalhar tanto para o filho dele ter pensão. Obrigada a todos

  • 0
    D

    Desconhecido Sexta, 07 de junho de 2019, 7h21min

    Vamos la, o seu marido assumiu compromisso de pagar 20% pq tinha condicoes, uma vez que tinha so um filho com vc então ele resolve fazer mais dois filhos, entao vou dizer uma coisa seu marido foi irresponsável para nao dizer que vc tb teve sua parcela nesta situacao atual, dificilmente o juiz vai reduzir a pensao.

  • 0
    C

    Caroline Sexta, 07 de junho de 2019, 8h54min

    Não me acho irresponsável por ter tido meus filhos, ainda mais eu trabalho por eles e não fico em casa sentada esperando porpensão

  • 0
    C

    Caroline Sexta, 07 de junho de 2019, 9h06min

    Débora, a questão não é se separar por pensão, tenho outras razões a qual não foi o motivo da minha procura aqui, aqui com vocês minhas dúvidas foi outra e bem esclarecidas pela Laura Silva, quanto a minha vida pessoal e quantidade de filhos não foi algo a qual perguntei , o mau das pessoas são esse , você quer tirar uma informação legal e já virá discussão da vida pessoal das pessoas , e para ter minhas razões não tenho que te responder. Obrigada

Essa dúvida já foi resolvida, você pode criar uma pergunta semelhante.