Este texto foi publicado no Jus no endereço https://jus.com.br/pareceres/73228
Para ver outras publicações como esta, acesse https://jus.com.br

Parecer Filosófico-Prático-Militar-Astronômico-tributário-fiscal-econômico-Macro-Micro-Econômico 2.

Parecer Filosófico-Prático-Militar-Astronômico-tributário-fiscal-econômico-Macro-Micro-Econômico 2.

Publicado em . Elaborado em .

Parecer Filosófico-Prático-Militar-Astronômico-tributário-fiscal-econômico-Macro-Micro-Econômico 2.

Dia 6.

Parecer Filosófico-Prático-Militar-Astronômico-tributário-fiscal-econômico-Macro-Micro-Econômico 2.

O Dinheiro seja o real, dólar, euro, iene, libra, etc e etc é apenas uma moeda de troca, no passado, a troca era por escambo, ou seja, coisas valiosas, trocam de um são trocadas por coisas valiosas de outro, até surgir o dinheiro e a origem dos Bancos que tem origem judaica. Estamos agora nas criptomoedas que blindam o dinheiro com as variações da montanha russa do sob e desce dos mercados financeiros. 

Os bens fundamentais são os elementos reais como a água, o ar, os minérios, o café, a cana-de-açucar, o arroz, o feijão, a carne (de boi, porco, frango, peixe, crustáceos e etc).

Por isso o Brasil pode e deve sustentar o mundo e pode e deve fixar o preço que quiser, porque quem dita o preço simplesmente não é o quem precisa, mas sim para quem tem o bem essencial-fundamental.

Tecidas essas considerações, esse é a parte 2 do meu parecer.

Direitos Autorais: Caio César Soares Ribeiro Borges Patriota/Caio César Soares Ribeiro Patriota.


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.