A possibilidade de restituição de contribuições previdenciárias acima do valor do teto



Os contribuintes previdenciários que efetuaram contribuições previdenciárias acima do teto podem receber de volta os valores pagos indevidamente. A contribuição feita acima do teto previdenciário é mais comum do que parece, tal situação costuma ocorrer quando o trabalhador possui duas ou mais fontes de renda e ambas efetuam descontos sem considerar o que já foi recolhido.
No caso concreto, podemos considerar que um professor que exerce docência, de modo concomitante, em duas universidades e que em cada uma delas recebe uma remuneração de R$ 3600,00, como a soma dos salários de contribuição ultrapassa o teto estabelecido pela autarquia previdenciária, este segurado poderá informar a uma das empregadoras que os descontos a título de contribuição previdenciária deverão recair sobre o valor restante até completar o limite do teto previdenciário, que atualmente é de 6.101,06 reais, os valores excedentes já pagos no período dos últimos 5 anos devem ser restituídos com juros e correções monetárias. Confira a evolução dos valores de limite do teto conforme os reajuste ao longo dos anos.



Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Regras de uso