Peticionamento e Protocolo eletrônico. Importância para a advocacia.

O peticionamento eletrônico permite aos advogados acesso as pecas processuais por meio de ambiente digital. 

Isso gerou uma maior agilidade/facilidade processual, dispensando etapas que demandavam muito tempo e desgaste emocional. 

Com o certificado digital também é possível o acompanhamento facilitado das petições, sejam elas, iniciais ou intermediárias, áudios e outros arquivos como meios de prova, reaproveitamento dos dados e informações autenticadas. 

Ao aderir ao peticionamento eletrônico, pode-se utilizar o certificado digital para atestar a autoria das transações a serem efetuadas digitalmente. Essa é, inclusive, uma peculiaridade que a Lei determina nos processos eletrônicos brasileiros. 

Muitos advogados contratam correspondentes jurídicos de determinada região para efetuarem o protocolo de determinado documento, facilitando o andamento processual daquela lide. 

Ademais, inúmeras são as vantagens do protocolo eletrônico, uma vez que, é possível adaptar o documento a qualquer Tribunal do país, sem a necessidade de formatação de arquivos. 

Por fim, também esclareço que, após o envio, o software para peticionamento eletrônico recebe um número de protocolo, com a devida homologação daquele documento inserido, ficando realmente prática a situação da advocacia junto do processo digital. 

Amanda Grussner. OAB/SC 57.897
https://agrussner.wixsite.com/correspondencia

 


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pela autora. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Direitos e Responsabilidades do Jus.

Regras de uso