Audiência de mediação luso-brasileira em Santa Catarina

24/03/2023 às 11:32
Leia nesta página:

Mediação em audiência luso-brasileira: põe fim a processo e retoma diálogo entre pai e filho


A mediação no direito de família está cada dia mais presente em Santa Catarina. 

Recentemente, um procedimento de mediação que misturou o uso de métodos clássicos com meios modernos de comunicação, entre eles a escuta ativa e o rapport, resultou na resolução de um conflito familiar que já se estendia por alguns anos.

É o caso de um ex-casal catarinense, que após conviver em união estável, entraram em um acordo para pagamento de pensão alimentícia devida ao filho.

O detalhe: Um oceano de distância! 

O ex-marido reside na região de Florianópolis, mas a ex-esposa e o filho estão atualmente morando em Portugal.

Assim, todos acompanhados por seus advogados e auxiliados por mediadores no Brasil, participaram de sessões em ambientes virtuais pelas ferramentas Google Meet e WhatsApp, no formato da Shuttle Mediation, o que possibilitou a projeção futura e resolutiva do conflito.

O acordo firmado virtualmente envolve o pagamento de R$ 53 mil, em parcelas, e os bens indisponíveis do ex-esposo tiveram as restrições retiradas. Foi homologado judicialmente e finalizou também os demais processos atrelados a cobrança de pensão alimentícia ao filho menor.

Para além do acerto dos valores, a mediação obteve também o que se pode chamar de pacificação em parte da antiga família:  

 O pai e filho restabeleceram a comunicação abalada e hoje trocam mensagens sobre fatos corriqueiros e combinam o próximo encontro. Só não se sabe ainda se em terras portuguesas ou brasileiras.

A mediação muitas vezes soluciona conflitos emocionais e financeiros, como este, desafogando o judiciário e aproximando famílias reconstruídas.

É um caminho a ser pensado e considerado pelos operadores do direito e também pelas partes! 

Nas nossas redes sociais temos diversos artigos e dicas sobre direito de família internacional (divórcio, casamento, pensão alimentícia em euro/dólar, partilha de bens, guarda de menores, herança, inventário, imigração, cidadania, etc.)

Fonte: TJ/SC

Sobre a autora
Sofia Jacob

Advogada atuante desde 2008 nas áreas de direito internacional, contratos, imobiliário e ambiental. Especialista em Divórcio Internacional e inventário. Atendimento a brasileiros e estrangeiros (inglês e francês). MBA Internacional em Gestão Ambiental pela UFPR. Curso de Contratos Internacionais pela Harvard Law School: Relationship of Contracts to Agency, Partnership, Corporations. Formação em Life Coach. Curso de Produtividade, gestão do tempo e propósito pela PUC/RS. Autora de artigos jurídicos premiados. 2 E-books publicados. É inerente a profissão buscar a superação de limites. Advogar é essencialmente nunca esmorecer e obter a satisfação dos legítimos direitos daqueles que lhes confiaram o trabalho e a arte da defesa jurídica. Contatos: [email protected] Whatsapp +55 41992069378 Nas nossas redes sociais temos diversos artigos e dicas sobre direito de família internacional (divórcio internacional, casamento no exterior, pensão alimentícia em euro/dólar, partilha de bens, guarda de menores, herança internacional, inventário, imigração, cidadania, etc.) Escrito por Sofia Jacob, Advogada atuante desde 2008 nas áreas de direito internacional, contratos, imobiliário e ambiental. Especialista em Divórcio Internacional e inventário. As informações fornecidas nos artigos são genéricas e não poderão ser considerada uma consultoria jurídica ou vir a vincular o advogado ao leitor. Recomenda-se que eventuais litígios ou casos particulares sejam analisadas por profissional habilitado e especializado, pois circunstâncias peculiares de cada podem implicar em alterações das legislações aplicáveis. Em caso de reprodução total ou parcial do artigo, é obrigatória a citação da fonte, pelos direitos autorais da autora. Colegas advogado (a): Não respondemos questionamentos encaminhados por e-mail ou WhatsApp sobre dúvidas legais, não emitimos dicas sobre casos específicos de seus clientes ou familiares. Trabalhamos com pareceres ou consultas agendadas. Alunos: Aguardem as lives ou nossas aulas na plataforma. Obrigada.

Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelos autores. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi

Publique seus artigos Compartilhe conhecimento e ganhe reconhecimento. É fácil e rápido!
Publique seus artigos