EAD. Educação a distância. Curso. Recursos tecnológicos. Recursos. Tecnologias. Ensino a distância. Tecnologias no ensino. Recursos tecnológicos no ensino.

Este artigo visa apontar alguns recursos tecnológicos, bem como suas características, que podem ser utilizados em quaisquer cursos de formação à distância, notadamente para formação de professores, no tocante, ao uso de novas tecnologias. Buscar-se-á também, evidenciar as razões que levam a escolher cada um deles para tal desiderato.

Assim, a definição do que vem a serem esses recursos é medida que se impõe. Desta forma, o conceito que se segue foi extraído do site da Universidade Tecnológica do Paraná. Vejam: “recursos Tecnológicos são, exencialmente (sic), recursos multimídia, isso é, são imagens, gráficos, animação, áudio e textos”. Como visto, a acepção não é exaustivo, embora tenha fornecido elementos a permitir precisas deduções a fim de escrever o presente texto.

Pois bem, acredita-se que sejam infinitos os recursos tecnológicos que pode ser utilizado num curso EAD. Tem-se, atualmente, correio eletrônico[1] (e-mail), facebook (espécie de rede social) que pode ser utilizado tal qual whatsap, podcasts, web conferência entre outros tantos existentes. Não obstante, Ultemar e outros (2007) afirmarem ser o ambiente de aprendizagem virtual o principal veículo de comunicação entre docente e discente, ambos fisicamente dispersos, deter-se-á a um recurso muito utilizado, web conferência.

A escolha do supracitado recurso ocorre devido as suas características extremamente relevante, interatividade. Inúmeras são os caracteres, pois ele aproxima, em fração de segundos, infinitas pessoas geograficamente afastadas a longos quilómetros[2]. De mais a mais, acredita-se que as plataformas digitais, viabilizadoras de autotransferências de imagens, áudios, textos etc, em tempos reais (síncronas) ou não (assíncronas), haja vista, viabilidade de gravá-las, forneçam agregadamente outros recursos, contemporaneamente inerentes. Entre as quais, a viabilidade de os formandos serem visualizados e, por todos, escutados, tornando-o visíveis os textos propostos pelo tutor, bem ainda os escritos por aqueles, em formatos distintos (pdf, Power point etc.).

Malgrados existirem, esses não são tão bem utilizados, por exemplo, parece muito comum os tutores abrirem uma sala de web conferência e não permitir, ainda que tenha recurso para tanto, os formandos se interagirem de forma audiovisual. Tal medida, ao que se ver, e disso não se tem dúvida, opõem-se a teoria da aprendizagem, segundo Santoro apud Ultemar (2007), consubstanciada na interação cooperativa.

Não se concebe um curso a distância, notadamente o de formação de docentes EAD, que não demonstre de forma maciça e efetiva, na teoria e na prática, os inúmeros recursos a serem utilizados pelos profissionais da educação no exercício de seu mister.

É verdade que outros recursos também têm a sua relevante utilidade. Tenha-se como exemplo o whatsapp e o facebook, ambos tem características comuns, como compartilhamentos de mensagens e vídeos informativos. Sendo que, o primeiro pode ser utilizado especialmente para aquele aluno tímido, que não teria coragem de se expor frente aos demais colegas, ainda que virtualmente, tendo o professor uma excelente oportunidade e ferramenta na mão (do qual se pode fazer jus) para trabalhar com o seu formando individualmente. Já o segundo se difere por trabalhar coletivamente.

Portanto, após a exteriorização de alguns recursos, suas características e as razões plausíveis de tê-las colocados em evidências, conclui-se que tais mecanismos são altamente aplicáveis a quaisquer cursos, especialmente o de formação de professores ao uso de novas tecnologias, aplicando-as e fomentando-as nos formandos a criação, produção de vídeos aulas, web conferências, podcasts, com participações audiovisuais concomitantes dos demais colegas, entre tantas outras atividades que poderão e, deverão ser bem vindas, no momento em que é ou possam ser sugeridos pelos sujeitos ali envolvidos.

Deveras ser super agradável, e talvez o é, dialogar presencialmente, embora não esteja presente, com pessoas altamente intelectuais, mesmo que ambos ou todos estejam a uma distância de se perder de vista. Espera-se isso do ensino a distância, num futuro bem próximo, quando da utilização dos recursos tais como a web conferência. É o que se almeja.

Referências

[S.A]. Recursos Tecnológicos. [S.D]. Disponível em: <http://www.utfpr.edu.br/estrutura-universitaria/pro-reitorias/prograd/cotedu/recursos-educacionais-digitais/tipos-de-recursos>. Acesso em: 29 set. 2014.

CZESZAK, Wanderlucy A. A. Corrêa. Novas tecnologias aplicadas à educação, aula 7: O uso de recursos didáticos tecnológicos no ensino. [S.D]. Disponível em: <https://senacsp.blackboard.com/bbcswebdav/pid-1318204-dt-content-rid-13601022_1/courses/EDESCASDB-1402-005560/Template/Aulas/Aula_07/PDF/NOV_TEC_APL_EDU_07_PDF_2013.pdf>. Acesso em: 29 set. 2014.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio eletrônico: Século XXI. [s. L.]. Editora Nova Fronteira, 1999.  Versão 3.0.

SILVA, José Ultemar da; FERNANDES, Karina Ribeiro; ROSINI, Alessandro Marco. AS METODOLOGIAS E RECURSOS TECNOLÓGICOS APLICADOS À QUESTÃO DO ENSINO /APRENDIZADO EM EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA - EAD. 2007. Disponível em: <file:///C:/Users/RONALDO SILVA/Documents/SENAC/Novas tecnologias aplicadas à educação/Artigo da Aula 7.pdf>. Acesso em: 29 set. 2014.


[1] Czeszak em novas tecnologias aplicadas à educação, n. 7, disponível no ambiente de aprendizagem virtual.

[2] Segundo o Dicionário Aurélio – XXI virtual o vocábulo em destaque equivale a quilômetros.


Autor

  • Ronaldo Gonçalves da Silva

    Bacharel em direito pelo Centro Universitário Maurício de Nassau, aprovado no exame OAB-PE/2014, Pós-graduado em Docência no ensino superior – latu sensu, Senac – EAD, Guarda Municipal da Cidade do Recife, tendo pertencido ao quadro de servidores da polícia civil – PE/2008 e nomeado a escrivão de polícia civil de Pernambuco/2013.

    Textos publicados pelo autor


Informações sobre o texto

Produção individual como requisito para aprovação das disciplinas concebidas no curso de pós-graduação em Docência no ensino superior - EAD - SENAC.

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria