Ações de marketing são eficientes para quem quer expandir a atuação, no entanto, é necessário observar às restrições do Código de Ética.

Para quem quer ampliar a atuação de seu escritório jurídico, investir em ações de marketing é sempre uma boa estratégia. No entanto, o marketing aplicado à área jurídica não se resume apenas a métodos de divulgação dos serviços prestados. Em razão das restrições previstas no Estatuto da Advocacia (Lei n.º 8.906/94) é preciso ser cuidadoso na hora de divulgar seu trabalho. Condutas como vincular atividades jurídicas a outras atividades ou anunciar valores dos serviços prestados são práticas vedadas pelo Estatuto.

Separamos algumas ações que podem auxiliar nas atividades de prospecção gerando maior reconhecimento ao seu escritório e às suas atividades.

Invista em imagem e conteúdo

A escolha de um profissional da área jurídica ou de um escritório muitas vezes é motivada pela confiabilidade. Por isso, contar com uma boa imagem para transmitir confiança aos seus clientes e potenciais clientes é essencial.

Investir em uma identidade visual para o seu escritório pode ser uma ótima alternativa para chamar a atenção dos serviços prestados. Contar com um logotipo elaborado por profissionais especializados e investir na imagem de seu site podem também ajuda-lo a ampliar seu campo de atuação.

Gerar conteúdo, por meio de blogs e sites de referência, é um caminho que pode proporcionar bons resultados. Além de demonstrar o conhecimento profissional sobre um determinado assunto, pode chamar a atenção de novos clientes que estejam procurando soluções ou estratégias para alguma questão jurídica pontual.

Participar de palestras e eventos sobre a área que pretende atuar também é uma forma de expor seu trabalho e se colocar em contato com novos clientes.

Excelência na prestação de serviços e bom relacionamento com cliente

A excelência na prestação dos serviços jurídicos e um bom relacionamento com o cliente podem trazer inúmeras indicações para seu escritório. Mesmo com muitos recursos de marketing, a divulgação de seu trabalho por intermédio dos seus atuais clientes certamente é uma das melhores alternativas para multiplicar sua carteira de clientes.

Para ter excelência na prestação de seus serviços, seja diligente com o atendimento de prazos e demandas. Busque sempre se comunicar com seu cliente, mantendo-o informado sobre os andamentos de suas demandas. Procure mostrar sempre alternativas e estratégias para auxiliar seus clientes no processo de tomada de decisões.

No final das contas, você precisará ajudar seus futuros clientes a escolherem você como seu advogado.

Celebrar parcerias ou investir em novas áreas de atuação

Focar em uma área de atuação é uma estratégia que traz reconhecimento a um escritório com relação a um determinado ramo do Direito. No entanto, isso também restringe sua atividade e consequentemente o número de clientes.

Para quem quer ampliar os horizontes de sua atividade, investir em novas áreas pode ser uma boa alternativa. Áreas como meio ambiente, tecnologia e internet estão em crescimento e podem gerar novas demandas e clientes.

Para quem não quer crescer fisicamente, outra possibilidade é celebrar parcerias com outros escritórios que atuem em áreas afins, gerando assim mais clientes para todos.

Buscar correspondentes

Buscar correspondentes é um caminho para quem quer expandir a atuação física de seu escritório, sem precisar investir em espaço. Contratar correspondentes proporciona prestar um serviço de qualidade, com economia de tempo e custos, já que os deslocamentos não são um ônus para sua atuação.

A terceirização dos trabalhos por meio de correspondentes pode auxiliar no aumento das demandas sem prejudicar, contudo, a satisfação do cliente.

A fim de manter o seu trabalho e de seus correspondentes em dia, sem perda de prazos ou informações, você pode utilizar ferramentas gratuitas de gestão de processos como esta para para garantir que você e seus correspondentes estejam sempre alinhados e atendendo seus clientes da maneira mais satisfatória possível.



Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria