Falhas de comunicação envolvendo clientes podem comprometer seriamente seu negócio. Saiba quais as boas práticas que podem otimizar seu dia a dia e deixar seus clientes satisfeitos.

Telefone, e-mail, MSN, WhatsApp, Skype, Face Time… Nunca se contou com tantas ferramentas para facilitar a comunicação como nos dias de hoje. Todavia, mesmo com tanta comodidade, falhas ainda ocorrem e podem comprometer seu negócio quando envolvem a relação junto a clientes.

Para quem atua no ramo jurídico, em especial em escritórios, sabe o quão importante é manter uma boa comunicação com seus clientes. Para isso, é preciso fazer com que seus clientes sejam constantemente informados sobre suas demandas e ao mesmo tempo se sintam seguros com a sua atuação.

Todo advogado concentra inúmeras atividades no seu dia a dia e muitas vezes torna-se difícil conciliar a comunicação aos clientes com o gerenciamento do escritório. Por isso, é necessário pensar boas práticas a fim de estabelecer um relacionamento saudável e prospero dentro e fora do escritório.

Escolha um único meio para atender seus clientes

Devido ao grande número de ferramentas, o ideal é concentrar a comunicação do cliente através de uma única forma. Isso ajuda a organizar a comunicação, além de facilitar na hora de buscar informações que sejam relevantes para sua atuação profissional.

Muitos clientes querem se comunicar da forma que mais lhe convém, no entanto, é necessário “educa-lo” mostrando a importância da organização e da efetividade na comunicação.

Quanto mais meios de comunicação utilizados, mais difícil encontrar rapidamente as informações necessárias, o que pode desgastar a relação. Se você não quer cometer falhas, busque concentrar sua comunicação utilizando apenas uma ferramenta.

Não seja escravo

Profissionais que lidam com organização e produtividade costumam afirmar que quem fica respondendo e-mails o tempo todo acaba resolvendo a agenda dos outros e complicando a sua. Para todos os clientes, seu caso é o mais importante do mundo. No entanto, se o profissional for levar essa premissa à risca, certamente terá problemas em desempenhar à contento suas tarefas e, por consequência, acabará frustrando seus clientes, os maiores geradores de negócios para você.

Procure reservar um tempo na sua agenda para responder e-mails, retornar ligações e entrar em contato com seus clientes. Isso irá ajuda-lo a ser mais produtivo no seu dia a dia sem descuidar desses detalhes importantes.

Imponha limites

Nos dias de hoje, as fronteiras entre a vida profissional e pessoal ficaram muito estreitas. Isso significa que é possível se comunicar com seus clientes a qualquer hora e em qualquer lugar. No entanto, será que responder seu cliente a todo o momento mostra eficiência e constrói uma relação positiva? É provável que o profissional que aja assim se sinta esgotado em pouco tempo. Por isso é necessário impor limites e saber mostrar ao cliente quais são os motivos que permitem que ele o procure fora do expediente.

Em alguns ramos da advocacia – como a área de família ou penal – envolvem que o advogado fique disponível a todo o momento em razão de um réu preso, por exemplo. Mas tirando essas situações pontuais, em geral, o exercício da profissão permite que o advogado limite seu horário de disponibilidade.

Separe a comunicação do trabalho

É muito comum que alguns clientes queiram se valer da informalidade da comunicação para tirarem dúvidas e fazerem verdadeiras consultas.

É preciso que o advogado atue com diligência separando o trabalho da comunicação para que não saia no prejuízo. Ao perceber que a dúvida do cliente é na verdade uma pauta de consultoria, procure explicar isso a ele e peça que ele formalize sua questão via e-mail para que não hajam desentendimentos sobre a prestação de serviços.

Não descuide

Para você, ele pode ser só mais um cliente. No entanto, para ele, você pode ser o gestor de uma grande causa em sua vida. Por esse detalhe, todo cliente deve ser tratado de acordo com suas necessidades e peculiaridades. Embora não seja possível “dar atenção” a todo momento, o advogado não deve descuidar de manter o cliente informado sobre todos os andamentos de seu processo.

Existem softwares gratuitos para advogados que permitem que você controle as informações de seus clientes e sua agenda, permitindo que você mantenha-os informados sobre o andamento de suas ações. Com isso, o advogado tem mais tempo para gerenciar outras atividades sem deixar o cliente se sentindo abandonado.



Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria