Atos praticados antes da publicação da decisão, não serão mais considerados intempestivos. Consagração da boa-fé e celeridade processual.

Até 2012 o Supremo tribunal Federal, o Tribunal Superior do Trabalho e alguns ministros do Superior tribunal de Justiça, compartilhavam do entendimento de que atos praticados antes de publicadas as respectivas decisões eram cosiderados extemporaneos, e portanto intempestivos.

Sustentavam que a intespestividade se caracterisava não apenas pela prártica do ato após o decurso do prazo, mas também pela sua realização antes da publicação da decisão.

O posicionamento era visto como punição às partes e aos advogados diligentes, predominando o formalismo excessivo e não o princípio da celeridade, como se dmosntra nos julgados abaixo:

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO. PROCESSUAL CIVIL. RECURSO PREMATURO.AUSÊNCIA DE RATIFICAÇÃO. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NÃO CONHECIDOS. I - A jurisprudência desta Corte firmou-se no sentido de que é extemporâneo o recurso interposto antes da publicação do acórdão recorrido, sem que haja a devida ratificação do ato. II – Embargos de declaração não conhecidos. 'STF - EMB.DECL. NO AG.REG. NO AGRAVO DE INSTRUMENTO AI 760139 RS (STF)

RECURSO INTERPOSTO ANTES DA PUBLICAÇÃO DA DECISÃO IMPUGNADA. INTEMPESTIVIDADE. HIPÓTESE DE NÃO CONHECIMENTO. RECURSO PREMATURO. É intempestivo recurso interposto antes da publicação do acórdão impugnado (Orientação Jurisprudencial 357 da SDI-1 desta Corte). Recurso de Revista de que se conhece e a que se dá provimento. Encontrado em: 5ª Turma DEJT 04/11/2011 – 4/11/2011 RECURSO DE REVISTA RR 1761002120095090872 176100-21.2009.5.09.0872 (TST) João Batista Brito Pereira, TST – RECURSO DE REVISTA RR 1761002120095090872 176100-21.2009.5.09.0872 (TST).

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO REGIMENTAL. OPOSIÇÃO ANTES DA PUBLICAÇÃO DO ACÓRDÃO. RECURSO PREMATURO. INTEMPESTIVIDADE. 1. "É assente na jurisprudência do STF e do STJ que a intempestividade recursal advém não só de manifestação tardia da parte, mas, igualmente, da impugnação prematura." 2. Embargos declaratórios não conhecidos. Encontrado em: 22/11/2010 - 22/11/2010 EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO REGIMENTAL NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RECURSO .STJ - EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO AGRAVO REGIMENTAL NOS EMBARGOS DE DECLARAÇÃO NO RECURSO ESPECIAL EDcl no AgRg nos EDcl no REsp 1043068 RS 2008/0065913-6 (STJ)

Com o julgamento nos Embargos de Declaração no Hábeas Corpus 101.132, o STF alterou seu posicionamento, conforme a seguir se expõe com a seguinte ementa:

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. RECURSO INTERPOSTO ANTES DA PUBLICAÇÃO DO ACÓRDÃO. CONHECIMENTO. INSTRUMENTALISMO PROCESSUAL. PRECLUSÃO QUE NÃO PODE PREJUDICAR A PARTE QUE CONTRIBUI PARA A CELERIDADE DO PROCESSO. BOA-FÉ EXIGIDA DO ESTADO-JUIZ. Emb. Dcl. No Habeas Corpus 101.132

A mudança na jurisprudência foi consolidada com a sistematica trazida pelo Novo Código de Processo Civil, no artigo 218, § 4º, nocapítulo III, seção I, que dipõe sobre os prazos:

Art. 218. Os atos processuais serão realizados nos prazos prescritos em lei.

§ 4o Será considerado tempestivo o ato praticado antes do termo inicial do prazo.

A novidade processual representa um avanço no mundo jurídico, onde todos saem ganhando, tanto as partes, quanto os advogados e os tribunais que se depararão com um processo muito mais célere. A antiga técnica da extemporaneidade utilizada com o intuito de se reduzir o volume de processos/recursos agora é uma tendência do passado, que deve ser abominada por não se compatibilizar com o anseio de justiça.  


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pela autora. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria