Comparativo entre o filme "Tempos Modernos" e trabalho na atualidade!

Síntese da Obra

O filme Tempos Modernos faz uma crítica ao modernismo e ao capitalismo representado através da industrialização, onde o operário tem uma rotina extremamente repetitiva e estressante na linha de montagem da indústria.O personagem principal, manuseia uma máquina e come ao mesmo tempo, em razão do grande  tempo trabalhado, e depois que a jornada acaba o trabalhador continua tendo os mesmos movimentos de seu trabalho em razão da sua repetição exaustiva. Após grande exaustão, o operário é internado em uma sanatório. Quando sai do hospital ele se encontra em meio a crise de 29, não havendo muito empregado e com as industrias e o país falindo, ele decide procurar outro emprego.Na cidade estava havendo protesto e greves, o personagem é confundido com um comunista e é preso. Depois de ficar um tempo preso ele é solto por ajudar a prender um traficante. Após alguns contratempos em que vai para a prisão novamente ele se apaixona por uma moça.O personagem vai trabalhar em alguns empregos que não duram muito e por fim começa a trabalhar em uma cafeteria com a moça que gosta em um trabalho mais prazeroso menos cansativo e repetitivo.

Conclusão Crítica – Comparativo entre o filme e o trabalho na atualidade

O filme se passa no início do século XX, onde os modelos de produção eram baseados no Fordismo e no Taylorismo onde o operário fazia trabalhos repetitivos, com jornadas de trabalho muito extensas e cansativas, a produção era em massa e não se importavam com a saúde ou bem estar do trabalhador.Atualmente usamos o Método Toyotista com ênfase no Just-intime, qualidade produtiva e bem-estar social, onde as indústrias melhoraram os aspectos humano e social. Hoje os funcionários são o foco das empresas que especializam, zelam e investem na capacitação profissional dos mesmos.

 Quadro comparativo: início do século XX à atualidade

Fordismo e Taylorismo   x   Toyotismo

Descaso com a segurança do trabalhador   x   Conceito de necessidades humanas

Trabalho verticalizado em esteiras   x   Trabalho dividido em Células

Produção em massa   x   Produção de acordo com a demanda



Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pela autora. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria