O presente artigo explica o que é leasing e as suas modalidades.

Introdução

Leasing é um arrendamento mercantil e possui um concepção econômica de que é o uso do bem que gera resultado e não sua propriedade.

Muitos doutrinadores acreditam que o Leasing tem sua origem na antiguidade pois este é o uso do bem sem a transferência de propriedade. 

Apesar de ser uma prático muito antiga, no Brasil o Leasing começou a ser efetuado na década de 60, sendo trazido pela empresa Rent-a-Maq, entretanto por não existir uma regulamentação específica houve dificuldades na expansão.

Em 12/09/1974 foi promulgada a lei 6.099 que passou a nortear o Leasing, foi neste momento que ele passou a ser denominado arrendamento mercantil, obedecendo as normas estabelecidas pelo Conselho Monetário Nacional e controle e fiscalização do Banco Central.

A partir deste momento o Leasing começou a ser praticado oficialmente no mercado financeiro brasileiro e se tornou uma excelente alternativa para financiamentosde alta flexibilidade e de longo prazo.

Desta forma, pode-se dizer que o Leasing é uma operação de longa prazo, que por objetivo arrenda bens móveis e imóveis para uso da arrendatária.

Definição

O Leasing é um arrendamento mercantil que no final do contrato a arrendatária pode exercer a opção de compra do bem. Neste tipo de financiamento não incide IOF em razão de ser um arrendamento mercantil.

O leasing se baseia no princípio de que o lucro de uma atividade produtiva pode ser a simples utilização do bem e não necessariamente de sua propriedade. Com base neste princípio pode-se afirmar que uma espécie de arrendamento mercantil que permite a alguém a posse a utilização do bem, mediante pagamento do arrendamento.

Neste tipo de operação as pessoas envolvidas são Arrendadora, Arrendatária e o Fornecedor.

A arrendadora aplica recursos na aquisição do bem que será objeto do contrato, isso significa que esta será a empresa de Leasing.

A arrendatária é a pessoa física ou jurídica que escolhe o bem e indica a arrendadora indicando também o fornecedor que é de sua preferência. Isso significa que ela é o cliente e que fará o uso do bem e deverá cumprir as regras estabelecidas no contrato.

O Fornecedor é quem vende o bem escolhido pela arrendatária à arrendadora e após o contrato efetuado entrega a arrendatária. O fornecedor pode ser tanto pessoa física quanto jurídica.

Segundo a definição dada pela lei 6.099 de 12/09/1974, artigo 1(bolinha) parágrafo único, alterado pela lei 7.132 de 26/10/1983, “considera-se arrendamento mercantil, para os efeitos desta Lei, o negócio jurídico realizado entre pessoas jurídicas, na qualidade de arrendadora, e pessoas física ou jurídica, na qualidade de arrendatária, e que tenha por objeto o arrendamento de bens adquiridos pela arrendadora, segundo especificações da arrendatária e para uso desta.

Modalidades de Leasing

Devida a evolução do Leasing o mesmo passou por uma divisão entre Leasing Financeiro e Leasing Operacional.

O Leasing Financeiro é a arrendamento tradicionalmente efetuado pelas empresas de Leasing, tendo como características a Contraprestação e demais pagamentos até 100% do valor do bem, prazos mínimos de 24 ou 36 meses dependendo a vida útil do bem, Lease-Back permitido apenas para pessoa Jurídica, opção de compra livremente pactuada e a manutenção e assistência de técnica de responsabilidade da arrendatária.

O Leasing Operacional é característico em empresas fabricantes de equipamento ou de serviços, desta forma é um exemplo típico de arrendamento de máquinas industriais. Tem como características Contraprestação e dm demais pagamentos até 90% do valor do bem, prazo mínimo de 90 dias e o máximo não pode passar a 75% da vida útil do bem, Lease-Back não é permitido, opção de compra é o valor de mercado e a manutenção e assistência técnica é de responsabilidade da arrendadora ou da arrendatária.

Por meio da Resolução 2.309 de 28/08/1996, o Conselho Monetário Nacional aprovou o Leasing Operacional a ser praticado pelas empresas de Leasing que antes disso só praticavam o Leasing financeiro.

A resolução 2.309 foi alterada pela resolução 2465, de 19/02/1998 e define as duas modalidades de arrendamento mercantil.



Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria