VI - CONSIDERAÇÕES FINAIS:

O Brasil, ao ingressar no processo de globalização, não dominava os conhecimentos teóricos e práticos necessários à sua inserção no processo. O direito brasileiro, o qual foi adotado numa perspectiva nacionalista objetivando proteger a indústria nacional, não dispunha da abertura necessária para ingressar num modelo internacionalizado, norteado pelo princípio da interdependência e instrumentalizado com os mecanismos jurídicos de adoção do direito convencional.

O direito, enquanto ciência social que é, não deixou de sentir seus reflexos, os quais trouxeram em seu bojo uma série de novas realidades com as quais não estávamos habituados a lidar, mas cujo estudo agora torna-se imperativo para melhor conhecermos as suas variadas implicações. Outrossim, o dumping encontra-se na encruzilhada dos efeitos positivos e negativos da globalização e requer o amadurecimento das reflexões teóricas e práticas dos estudiosos brasileiros.

Podemos concluir destacando o relevante papel da Universidade na compreensão das questões estruturais da inserção internacional, desenvolvendo pesquisas e debates, e fornecendo os subsídios necessários ao estudo desse fenômeno de tão vasta magnitude que é a globalização.


NOTAS
  1. A Organização Mundial do Comércio – OMC foi criada pelo "Acordo de Marrakesh", assinado no Marrocos aos 12 de abril de 1994, associado aos instrumentos legais resultantes da Rodada Uruguai (GATT 1994), completando, desta forma, a estrutura do tripé do sistema Bretton Woods (Banco Mundial, FMI e OMC).
  2. Ressalta-se, por oportuno, que o Brasil foi um dos primeiros países a aderir ao GATT, tendo participado das principais rodadas de negociações comerciais.
  3. Cf. Guilherme JOHANNPETER. Antidumping – prática desleal no comércio internacional.

Porto Alegre: Livraria do Advogado, 1996, p. 33-34.
  • Apud Venosa, 1996, p. 21.
  • Apud Varanda, 1987, p. 11.
  • Leães, 1993, p. 11.
  • Ibidem, idem, p. 14.
  • Tradução livre. Cf. Boltruck, 1987, p. 45.
  • Ibidem, idem, p. 203.
  • Tradução livre. A versão original do Acordo em inglês dispõe, in verbis: "Article 2. Determination of Dumping- §1º For the purpose of this Agreement, a product is to be considered as being dumped, i.e. introduced into the commerce of another country at less than its normal value, if the export price of the product exported from one country to another is less than the comparable price, in the ordinary course of trade, for the like product when destined for consumption in the exporting country."
  • Tradução livre. O texto original dispõe que: "Anti-dumping and countervailing action is intended to remove the injury suffered by the domestic industry rather than to raise revenue or to penalize exporters because of their past pricing behavior".

  • BIBLIOGRAFIA

    BAUMANN, Renato (Org.). O Brasil e a economia global. Rio de Janeiro: Campus, 1996.

    BOLTUCK, Richard D. An economic analysis of dumping. Journal of World Trade Law, Twickenham, v.21, n.5, p.45-54, out. 1987

    BRASIL. Ministério da Indústria, do Comércio e do Turismo. Secretaria de Comércio Exterior. Departamento de Defesa Comercial. Relatório DECOM: medidas de defesa comercial, antidumping, compensatórias e salvaguardas. Ano I, n.º 1, 1º semestre de 1998, 29 p.

    DEL CHIARO, José et al. Fundamentos e objetivos da legislação antidumping. Revista de Direito Econômico, Brasília, n.25, p.61-70, jan./jul. 1997.

    FERRAZ JÚNIOR, Tércio Sampaio et al. Direitos anti-dumping e compensatórios: sua natureza jurídica e conseqüências de tal caracterização. Revista de Direito Mercantil, Industrial, Econômico e Financeiro, São Paulo, v.33, n.96, p.87-96, out./dez. 1994.

    GUEDES, Josefina Maria M. M.; PINHEIRO, Silvia M. Antidumping, subsídios e medidas compensatórias. 2 ed. São Paulo: Aduaneiras, 1996. 284 p.

    IANNI, Octavio. A sociedade global. 6 ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1998.

    JOHANNPETER, Guilherme. Antidumping: prática desleal no comércio internacional. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 1996. 130 p.

    LEÃES, Luiz Gastão Paes de Barros. O "dumping" como forma de abuso do poder econômico. Revista de Direito Mercantil, Industrial, Econômico e Financeiro, São Paulo, v.32, n.91, p.5-15, jul./set. 1993.

    MELLO, Celso D. de Albuquerque. Curso de direito internacional público. vol. I. 10 ed. rev. e aum. Rio de Janeiro: Renovar, 1994.

    NUSDEO, Fábio. Curso de economia: introdução ao direito econômico. São Paulo: RT, 1997.

    OLIVEIRA, Rosenite Alves de. O sistema jurídico-administrativo de comércio exterior brasileiro sob a ótica da intervenção estatal. Dissertação de mestrado. Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 1979. 281 p.

    PALMETER, David. A commentary on the WTO Antidumping Code. Journal of World Trade: law, economics, public policy, Geneva, v.30, n.4, p.43-69, aug. 1996.

    REALE, Miguel. Filosofia do direito. 16 ed. São Paulo: Saraiva, 1994.

    RICARDO, David (Trad. Paulo H. Ribeiro Sandroni). Princípios de economia política e tributação. Coleção Os Economistas. 3 ed. São Paulo: Nova Cultural, 1988.

    RODRIGUES, José Roberto Pernomian. O dumping como forma de expressão do abuso do poder econômico: caracterização e conseqüências. Tese de doutorado. Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, 1999, 284 p.

    __________. Os efeitos do dumping sobre a competição. Revista de Direito Econômico, Brasília, p. 29-43, jan./mar. 1996.

    SMITH, Adam (Trad. Luiz João Baraúna). A riqueza das nações. vol. II. Coleção Os Economistas. São Paulo: Nova Cultural, 1988.

    TAVOLARO, Agostinho Toffoli. A natureza jurídica dos direitos antidumping. Cadernos de Direito Tributário e Finanças Públicas, São Paulo, v.5, n.18, p.238-49, jan./mar. 1997.

    VARANDA, Aquiles Augusto. A disciplina do dumping do Acordo Geral de Tarifas Aduaneiras e Comércio: tipificação de um delito num Tratado internacional? Tese de doutorado. Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, 1987, 190 p.

    VENOSA, Sílvio de Salvo. Teoria Geral dos Contratos. 3 ed. São Paulo: Atlas, 1996.


    Autor


    Informações sobre o texto

    Como citar este texto (NBR 6023:2018 ABNT)

    DI SENA JÚNIOR, Roberto. O dumping e as práticas desleais de comércio exterior. Revista Jus Navigandi, ISSN 1518-4862, Teresina, ano 5, n. 44, 1 ago. 2000. Disponível em: https://jus.com.br/artigos/768. Acesso em: 20 jan. 2021.

    Comentários

    0

    Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
    A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
    Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Direitos e Responsabilidades do Jus.

    Regras de uso