Ao navegar, você aceita que o Jus use cookies e parcerias para personalizar conteúdo e anúncios. Política de Privacidade

Símbolo do Jus.com.brJus.com.br

Artigo

O Papel Jurídico no Planejamento de um Projeto Empresarial

Planejar, é um instrumento de administração estratégica, com conceitos mais amplos, possibilitando que a Empresa conquiste excelentes resultados tanto em competitividade quanto em gestão como um todo.

Em tempos atuais, o advogado cumpre papel extremamente estratégico acerca das questões empresariais, que envolvem interfaces com inúmeros outros segmentos, incluindo a elaboração de um planejamento.

Mediante este fato, é cada vez mais necessário a gerenciamento jurídico voltado para a área de projetos empresariais, considerada como uma das possibilidades mais efetivas de organização eficiente da atividade empresarial, pois além de facilitar a gestão integrada de todo o projeto é também, extremamente eficiente para prevenir a formação de conflitos.

Para que um projeto seja concretizado, é necessário definir de forma cautelosa os objetivos e demais fatores que integram todo o processo a ser desenvolvido, como exemplo: expansão dos negócios, padronização das atividades, mensuração de riscos, economia de tempo, aumento de produtividade, sistema de controle, governança corporativa, dentre outros fatores determinantes dentro da Organização.

Além de toda organização administrativa e financeira por trás de um projeto empresarial, existe a necessidade de estruturá-lo e ter um suporte jurídico adequado em todas as etapas do processo.

Planejar, é um instrumento de administração estratégica, com conceitos mais amplos, possibilitando que a Empresa conquiste excelentes resultados tanto em competitividade quanto em gestão como um todo.

O corpo jurídico atua nesta questão com uma série de instrumentos, podendo se  modularizar de acordo com a necessidade do projeto do cliente, sempre analisando cuidadosamente suas particularidades desde sua fase inicial; Apesar de muitas Empresas, optarem por envolver advogados quando o processo já está mais avançado, mas é fato, que é melhor estar precavido juridicamente desde as etapas que antecedem o início do projeto do que precisar rever e alterar alguns detalhes anteriores que podem ter alta relevância no resultado final.

Um advogado com a expertise nesta área irá colaborar em cada fase do projeto, além de, orientar a melhor forma de proceder mediante os recursos disponíveis para esta demanda, agindo sempre em conformidade com as leis vigentes, para que todas as partes envolvidas no projeto estejam amparadas legalmente.

Consulte advogados especializados em gerenciamento de projetos, que podem colaborar de forma positiva com a lucratividade de seus negócios.

 

   Tatiana Tamara, Consultora de Negócios

Página 1 de 1
Sobre o autor
Imagem do autor Moises Guedes Lima
Moises Guedes Lima

Advogado inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, na seccional de São Paulo, sob n.º 357.671, e na Seccional do Rio de Janeiro, sob nº 211.888-A. Formado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, é também bacharel em Administração de Empresas pela Universidade Federal do Paraná, no ano de 2000; Pós-graduado pela Fundação Getúlio Vargas, Instituto Superior de Administração e Economia, Master Business Administrator in Project Management, com certificação PMP® (Project Management Professional), sob nº 1279995, desde Junho de 2009, pelo PMI® (Project Management Institute, Inc), com sede na Philadelphia, USA.

Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelos autores. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi

Publique seus artigos
Compartilhe conhecimento e ganhe reconhecimento. É fácil e rápido!