Símbolo do Jus.com.br Jus.com.br

Análise Criminológica Sobre “El Chapo” Guzmán

04/08/2022 às 21:28

O presente trabalho visa apresentar uma análise criminológica sobre “El Chapo” Guzmán.

O presente trabalho visa apresentar uma análise criminológica sobre “El Chapo” Guzmán. Almeja identificar, analisar, e descrever de forma sucinta informações sobre as esferas sociais, os possíveis problemas biológicos ou psicopatológicos, as interdependências sociais e a posição do primeiro delito na seção longitudinal da vida de Joaquín Archivaldo Guzmán Loera.

1. O NARCOTRÁFICO NO MÉXICO

O México é o país do narcotráfico é o berço dos cartéis. As inúmeras gangues chefiadas por narcotraficantes vivem em constante guerra diante da ausência do Estado e suas forças de segurança.

Os confrontos são mais intensos nas regiões próximas à fronteira com os Estados Unidos (principal destino da droga contrabandeada), onde grupos rivais lutam pela ocupação e expansão de zonas de influência. (FRANCISCO,s.d) [1]. Beltrán Leyva, Golfo, Sinaloa, Loz Zetas, Juarez, La Familia e Tijuana, são grupos rivais que estão em constante conflito para a ocupação territorial, motivo que eleva o número de assassinatos no país.

Ao analisar a ação dos grupos de narcotraficantes, relata Francisco (s,d)[2] que;

O presidente do México, Felipe Calderón, numa tentativa de combater a ação dos cartéis, enviou o exército nacional e a polícia federal na luta contra o narcotráfico. Porém, vários polícias e soldados passaram a trabalhar para os grupos criminosos, que pagam salários bem superiores. Desde que Calderón assumiu a presidência, a violência se intensificou, e o número de assassinatos já atingiu a marca de 28 mil. Os narcotraficantes aterrorizam cidades, promovendo ataques a bares, restaurantes, danceterias, etc. Muitos habitantes estão migrando para outros lugares e algumas cidades estão quase desabitadas.

 A situação é caótica em algumas áreas é possível ver com facilidade os corpos decapitados, muitas pessoas mortas com sinais de tortura, cadáveres amarrados nas calçadas e outros métodos assustadores são frequentemente encontrados nas ruas. Gangues extorquem dinheiro de empresários e até da população. Outra prática muito comum é o sequestro, seja para resgate ou para o transporte de drogas. (FRANCISCO,s.d)[3]

 

2. O CARTEL DE SINALOA

Localizado no oeste do México, o estado de Sinaloa tem como principal fonte de renda a agricultura e a pesca. O Estado contém 18 municípios e foi fundado em 14 de outubro de 1830 a capital é Culiacán com grande importância agrícola e industrial e com aproximadamente 793.730 habitantes[4].

Foi nesta região que surgiu o Cartel de Sinaloa. Segundo dados da enciclopédia livre Wikipedia[5];

O cartel opera em mais de 50 países, é a maior organização das Américas e ocupa a quinta posição dentre as maiores organizações criminosas do mundo. O cartel é um dos mais fortemente armados e seu contingente também é composto por policiais e militares. É o maior fornecedor de cocaína no âmbito internacional.

 Também conhecido como Guzmán-Loera Organization, Pacific Cartel, Federation e Blood Alliance, O Cartel de Sinaloa é um sindicato de tráfico de drogas baseado em Culiacán, Sinaloa, com operações nos estados mexicanos de Baja California, Durango, Sonora e Chihuahua[6].

3. DADOS DE EL CHAPO GUZMÁN[7]

·         Nome; Joaquín Archivaldo Guzmán Loera

·         Pseudônimo; El Chapo (O Baixinho), Chapito, The Last Godfather (O Último Padrinho)

·         Data de nascimento; 4 de abril de 1957

·         Local de nascimento; Badiraguato, Sinaloa - México

·         Nacionalidade(s); mexicano

·         Ocupação; Chefe do Cartel de Sinaloa

·         Altura; 1,68 m

·         Peso; 91 kg

·       Crime(s); Tráfico de drogas, Contrabando, Extorsão, Suborno, Assassinatos, Lavagem de dinheiro, Sequestro, Crime organizado

·         Pena; Prisão perpétua (nos Estados Unidos)

·         Situação; preso

 4. ANÁLISE CRIMINOLÓGICA

 Filho de um fazendeiro e de uma dona de casa. Joaquín Archivaldo Guzmán Loera nasceu em 4 de abril de 1957 (ou 25 de dezembro de 1954, dependendo da fonte), na pequena cidade de La Tuna de Badiraguato, no estado de Sinaloa, no México[8]. Sinaloa é uma região rural, um ambiente miserável onde cresceu em meio aos maus tratos do pai que era um homem violento alcoólatra e gastava o dinheiro em bebidas e apostas[9]. Guzmán é o mais velho entre 7 irmãos e deixou de estudar desde cedo para ajudar a família, foi trabalhar na venda de doces e laranjas do sítio de seus pais e com isso obter renda para sua família, [...]ainda jovem, vendia laranjas, balas e refrigerantes[10].

Quando adolescente Guzman ajudava seu pai a colher papoula plantada ilegalmente nas encostas das Colinas[11], desta forma, Joaquín Guzmán foi introduzido na criminalidade. Guzmán presenciava as acreções que sua mãe e seus irmãos sofriam de seu pai, além das próprias agressões que o pai o submetia, por isso tinha conflitos com ele. Aos 15 anos de idade cansado pelo comportamento agressivo e gastador de seu pai Joaquín Guzmán passou a plantar cannabis, parte do dinheiro ele dava para a sua mãe, contudo quando seu pai descobriu o expulsou de casa e ele foi morar com seu avô. Nesse período ele recebeu o apelido de El Chapo que muitas vezes é traduzido apenas como baixinho, mas também significa alguém que é atarracado, fortinho[12]. Destaca MONTONI (2021) que;

Na residência de seu avô, El Chapo estabeleceu imediatamente uma forte aliança com seu tio, o traficante internacional Pedro Alviles Perez que foi um dos primeiros traficantes mexicanos a exportar maconha para o mercado americano, e que de uma forma gradativa, soube conduzir o sobrinho aos negócios do narcotráfico. Nesta época, El Chapo teve contato com uma organização estruturada, e com isso adquiriu seu espaço nas atividades criminosas.

 El Chapo começou coordenar o carregamento de drogas para os Estados Unidos no cartel de Guadalajara, nesse período demonstrou para todos ser bastante organizado, além de muito violento, por causa dessa postura ele ganhou destaque entre os líderes e teve a oportunidade de trabalhar também como motorista de Félix Gallardo El Padrino[13] depois virou chefe de logística coordenando todos os carregamentos de toneladas de drogas que eram operados pelo cartel[14]. Portanto, dentro de uma estrutura mais organizada no tráfico e fazendo uso de sua inteligência e organização, El Chapo começa a ver no tráfico de drogas, não apenas um meio de sobreviver, mas de progredir na vida[15].

FLEURY (2018) destaca que depois que Félix Gallardo foi preso em 1989, El Chapo se tornou o líder de fato do cartel de Sinaloa. Usando laranjas, comprou dezenas de propriedades no Estado, para guardar armas, drogas e para abrigar seus homens[16]. Devido as estratégias e o crescimento dos negócios El Chapo começou a aparecer no radar das agências de combate ao tráfico, tanto no México quanto nos EUA[17].

Apesar de toda segurança e estratégias El Chapo foi finalmente preso, em 1993, fugiu em 2001, mas retornou para prisão em 2014, porém consegui fugir novamente e só foi preso, por fim, em 2016 como descreve pessoa (s,d)[18];

El chapo chegou a ser preso em duas ocasiões, a primeira em 1993, mas em 2001 fugiu da Prisão de Puenta Grande, maior prisão de segurança máxima do México, e embora exista divergência acerca de como ele fez isso, é uníssono que ele o fez pagando funcionários daquele estabelecimento carcerário, havendo divergência se o mesmo fugiu com a ajuda de um servidor geral que o escondeu em um carrinho de roupas sujas, ou se o mesmo saiu da prisão disfarçado de policial. Em 2014, El chapo fora novamente preso, mas fugiu de novo por meio de um túnel, apenas sendo preso novamente em janeiro de 2016, sendo o mesmo extraditado para os Estados Unidos onde fora condenado a prisão perpetua e se encontra preso no Complexo Penitenciário ADX Florence até hoje.

 Diante das informações descritas nesta análise é possível ter um vislumbre das esferas sociais, assim como a interdependências sociais e a posição do primeiro delito na seção longitudinal da vida de Joaquín Archivaldo Guzmán Loera.

Todavia, ainda se faz necessário uma análise para identificar os possíveis problemas biológicos ou psicopatológicos de Joaquín Archivaldo Guzmán Loera.

Para Ahrens (2016), Guzmán era complexado por sua baixa estatura (daí o apelido chapo, baixo).[19] ainda descreve Ahrens (2016)[20] que a última análise psicológica sobre Guzmán Loera mostra um preso derrotado, com perdas de memória e transtorno de ansiedade. Ao analisar o perfil psicologixo dee de El Chapo Basaldo[21] (2017), destaca que;

'El Chapo' Guzmán foi dito ter traços de personalidade consistentes com psicopatia, narcisismo e maquiavelismo. Essas três características são conhecidas como a Tríade Sombria da Personalidade. O expediente 0451/AJ/95 do Centro Federal de Reabilitação Social nº 1, da Procuradoria Geral do Estado do México, inclui um estudo clínico criminológico de Joaquín Guzmán Loera, no qual lhe é atribuída uma estrutura de personalidade. traços egocêntricos e narcisistas. Lá, também lhe são atribuídos os seguintes traços: astuto, perseverante, tenaz, meticuloso, seletivo, manipulador, hermético e cativante.

 Ele é obstinado e seu complexo de inferioridade se manifestava em superioridade buscando sempre demonstrar ser superior aos demais. Tem uma ambição excessiva pelo poder. Uma grande necessidade de liderar e controlar o ambiente, bastante obsessivo e muito vingativo. É um vulcão de ressentimentos que, diferentemente da maioria de seus pares, calçou sua brutal agressividade com uma alta capacidade de reação racional[22].

'El Chapo' Guzmán era sanguinário e violento, Inimigos enterrados vivos[23], tinha uma Sala da morte hi-tech, em uma mansão no México equipada com um ralo no meio do cômodo para facilitar a limpeza após os assassinatos[24]. Ninguém sai vivo depois de entrar nessa sala. Na busca pelo prazer estuprava meninas de apenas 13 anos, conforme os documentos, El Chapo chamava as meninas de "minhas vitaminas" e dizia que violentá-las "dava-lha vida".[25] Obcecado pelo prazer tinha várias Narco-amantes.[26]

5. CONSIDERAÇÕES FINAIS

 A família tem um papel fundamental na formação do caráter das crianças, assim como os fatores sociais exercem influência direta e indireta nas relações afetando o processo de socialização. É na infância que sem dúvidas, os transtornos de personalidade, como qualquer outro transtorno psicológico, têm origem, e esses eventos são determinantes da estrutura psicológica[27]. Problemas vivenciados na infância podem resultar em múltiplos transtornos que serão revelados posteriormente ou no próprio decorrer do desenvolvimento.

O ambiente familiar e a realidade social vivida por 'El Chapo' Guzmán foram fatores que contribuíram para o desenvolvimento de sua personalidade, contudo, não são fatores justificativos e nem legitimadores de suas escolhas ou ações, entretanto permitem esclarecer quem é Joaquín Archivaldo Guzmán Loera, o temível 'El Chapo', quais foram as circunstâncias que de fato contribuíram para formação de seu caráter e o inseriram na criminalidade.

Também é possível destacar a importância do ambiente familiar para o desenvolvimento e formação da criança. Assim como é vital uma sociedade não que padeça pela ausência de políticas publicas que de fato atendam às necessidades básicas. Políticas públicas voltadas para segurança, promoção e desenvolvimento do mercado de trabalho, saneamento básico, saúde, educação e moradia, além do transporte e da cultura. Desta forma, haverá meios e fatores que irão prevenir primariamente a inserção das pessoas na criminalidade.

 6. Referências Bibliográficas

AHRENS, Jan Martínez. El Pais (2016). El Chapo relembra sua infância: Me davam golpes de vara para vacas. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2016/10/29/internacional/1477755485_842753.html. Acesso 03 jul. 2022.

 BASALDO, Maria. UNIVISION (2017). Joaquín El Chapo Guzmán: perfil psicológico. Disponível em: https://www.univision.com/noticias/univision-investiga/joaquin-el-chapo-guzman-perfil-psicologico Acesso 03 jul. 2022.

BBC NEWS BRASIL, El Chapo condenado: 15 fatos perturbadores revelados no julgamento do traficante mexicano Joaquín Guzmán. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-47226937.  Acesso 03 jul. 2022.

El Pais (2016). Na mente de El Chapo. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2015/07/17/internacional/1437130430_483874.html, Acesso 03 jul. 2022.

FIGUEIREDO, Felipe. El Chapo e os Carteis Mexicanos. 2019. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=m4CKmNjZUTM>. Acesso em: 03 jul. 2022.

FLEURY, Fábio. R7, As mil vidas de 'El Chapo', o traficante mais famoso do México. Disponível em: https://noticias.r7.com/internacional/as-mil-vidas-de-el-chapo-o-traficante-mais-famoso-do-mexico-29062022. Acesso em: 03 jul. 2022.

FRANCISCO, Wagner de Cerqueira e. "O Narcotráfico no México "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/o-narcotrafico-no-mexico.htm. Acesso em 30 de junho de 2022.

MONTONI, Mariana. Análise Criminológica, El Chapo Guzmán. Disponível em: https://dramontoni.jusbrasil.com.br/artigos/1267005591/analise-criminologica. Acesso em: 03 jul. 2022.

O CARTEL DE SINALOA. In: Wikipedia, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Fundation, 2022. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Cartel_de_Sinaloa >. Acesso em: 28 jun. 2022.

JOAQUÍN GUZMÁN. In: Wikipedia, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Fundation, 2022. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Joaqu%C3%ADn_Guzm%C3%A1n>. Acesso em: 28 jun. 2022.

PESSOA, Jonathan Dantas. Análise criminológica de "El Chapo Guzmán". Disponível em: https://jonathandp265.jusbrasil.com.br/artigos/795196955/analise-criminologica-de-el-chapo-guzman. Acesso 03 jul. 2022.

SINALOA. In: Wikipedia, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Fundation, 2022. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Sinaloa>. Acesso em: 28 jun. 2022.


[1] FRANCISCO, Wagner de Cerqueira e. "O Narcotráfico no México "; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/o-narcotrafico-no-mexico.htm. Acesso em 30 de junho de 2022.

[2] Idem

[3] Idem

[4] Sinaloa. In: Wikipedia, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Fundation, 2022. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Sinaloa>. Acesso em: 28 jun. 2022.

[5] O Cartel de Sinaloa. In: Wikipedia, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Fundation, 2022. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Cartel_de_Sinaloa >. Acesso em: 28 jun. 2022.

[6] Idem

[7] Joaquín Guzmán. In: Wikipedia, a enciclopédia livre. Flórida: Wikimedia Fundation, 2022. Disponível em: < https://pt.wikipedia.org/wiki/Joaqu%C3%ADn_Guzm%C3%A1n>. Acesso em: 28 jun. 2022.

[8]FLEURY, Fábio. R7, As mil vidas de 'El Chapo', o traficante mais famoso do México. Disponível em: https://noticias.r7.com/internacional/as-mil-vidas-de-el-chapo-o-traficante-mais-famoso-do-mexico-29062022. Acesso em: 03 jul. 2022.

[9]FIGUEIREDO, Felipe. El Chapo e os Carteis Mexicanos. 2019. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=m4CKmNjZUTM>. Acesso em: 03 jul. 2022.

[10] MONTONI, Mariana. Análise Criminológica, El Chapo Guzmán. Disponível em: https://dramontoni.jusbrasil.com.br/artigos/1267005591/analise-criminologica. Acesso em: 03 jul. 2022.

[11] FIGUEIREDO, Felipe. Op. Cit.

[12] Idem

[13]Idem

[14]Idem

[15]PESSOA, Jonathan Dantas. Análise criminológica de "El Chapo Guzmán". Disponível em: https://jonathandp265.jusbrasil.com.br/artigos/795196955/analise-criminologica-de-el-chapo-guzman. Acesso 03 jul. 2022.

[16]FLEURY, Fábio. Op. Cit.

[17] Idem

[18] PESSOA, Jonathan Dantas. Op. Cit.

[19] El Pais (2016). Na mente de El Chapo. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2015/07/17/internacional/1437130430_483874.html, Acesso 03 jul. 2022.

[20]AHRENS, Jan Martínez. El Pais (2016). El Chapo relembra sua infância: Me davam golpes de vara para vacas. Disponível em: https://brasil.elpais.com/brasil/2016/10/29/internacional/1477755485_842753.html. Acesso 03 jul. 2022.

[21] BASALDO, Maria. UNIVISION (2017). Joaquín El Chapo Guzmán: perfil psicológico. Disponível em: https://www.univision.com/noticias/univision-investiga/joaquin-el-chapo-guzman-perfil-psicologico Acesso 03 jul. 2022.

[22] El Pais (2016). Op. Cit.

[23] BBC NEWS BRASIL, El Chapo condenado: 15 fatos perturbadores revelados no julgamento do traficante mexicano Joaquín Guzmán. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-47226937. Acesso 03 jul. 2022.

[24] Idem

[25] Idem

[26] Idem

[27] BASALDO, Maria. Op. Cit.

Sobre o autor
Ademilson Carvalho Santos

Advogado Pós-graduado em; Direito Penal e Processual Penal; Análise Criminal; Investigação Criminal e Legislação penal. Mestrando em Psicologia Criminal. Especialização em Psicologia Forense,

Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelos autores. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi

Publique seus artigos Compartilhe conhecimento e ganhe reconhecimento. É fácil e rápido!
Publique seus artigos