Respostas

3

  • 0
    H

    Hen_BH Quarta, 22 de junho de 2022, 21h34min Editado

    O empregador não é obrigado a liberar você durante o expediente, e nem liberar mais cedo, para você resolver assuntos particulares.

    Faça no seu intervalo de almoço ou depois do horário.

    Se o trabalho está atrapalhado as suas atividades pessoais, peça demissão. Ou consiga outro emprego com horário diferente do atual.

  • 0
    F

    fauve Quinta, 23 de junho de 2022, 7h19min

    Ou jogue um pouco da responsabilidade com a criança em cima do pai.

    Direitos e deveres iguais. Nós, mulheres, temos direito a cargos e salários equivalentes aos masculinos mas temos deveres equivalentes para com os empregadores. Se você tem filho e não consegue conciliar os horários da criança com os horários da empresa sugiro que trabalhe por conta.