Gostaria de compartilhar minha angústia com vocês aqui do fórum. . Participo deste fórum quando posso, tentando sanar algumas dúvidas, na medida do possível. Sei que muitos são assíduos frequentadores e possuem grande bagagem em suas áreas específicas. . Resolvi criar essa discussão porque não me recordo de ter visto outra semelhante. Sempre há pessoas recém-aprovadas na OAB, ou em vias de e buscando conselhos exatamente de como iniciar na advocacia, adquirir experiência, se é melhor ser generalista ou especialista, conseguir clientes, etc. . Não me recordo de alguém, como eu, com certa experiência advogando ter jogado tudo pra cima e tentar se virar! . Então vamos lá. Advogo há mais de 8 anos, trabalhei em escritórios de todos os portes e resolvi abrir o meu! . Temos uma sala no centro de Campinas/SP, nosso site, e-mail corporativo, folder institucional, cartões de visita, etc. Somos correspondentes de alguns escritórios, fazendo diligências e audiências. . Sou pós-graduado em direito tributário e trabalhei nessa área em um escritório bem grande. . Nosso foco é atuar nessa área específica, inclusive! Mas está difícil. . Cliente "empresa" que é nosso maior objetivo, NADA! . Muitos podem condenar o que fazemos - enviar mala direta por e-mail - mas na prática e desespero, não sabemos mais o que fazer. . Assim, conto com a colaboração dos colegas mais experientes que passaram por essa situação e conseguiram um lugar ao sol. . Senão, infelizmente será mais uma porta que se fechará e um assalariado frustado voltará a ativa......rsrsrs. . Um forte abraços a todos e qualquer sugestão será bem vinda. . Henrique.

Respostas

16

  • 0
    D

    DFF-SP Quarta, 16 de maio de 2012, 11h48min

    Bom dia Henrique,
    O negócio é diversificar ! Trabalhista, familia, previdenciário...
    Para termos o luxo de advogarmos em uma só area leva anos e anos... É preciso ter clientes bons (no caso, empresas) e ter uma retirada mensal fixa, o que é extremamente dificil.
    Eu msm, nunca gostei de trabalhista. Mas acabei aceitando algumas ações pq simplesmente cairam no meu colo ! Agora vou me especializar nessa area e tb em previdenciário...
    E olha que meu foco sempre foi direito imobiliário hein... rsrsrsrs
    Abraços, Daiane

  • 0
    F

    Fernando Stefanes Rivarola Quarta, 16 de maio de 2012, 11h59min

    Calma Henrique, acho que você está no foco errado. Quando comecei há doze anos também pensei em trabalhar apenas para empresas somente na área tributária que sempre gostei e fiz curso de especialização latu. Acontece que grandes empresas querem grandes escritórios e as pequenas ou não têm problemas tributários relevantes ou não têm dinheiro para pagar advogados, essa a verdade nua e crua. Faça como disse a Daiane, diversifique. Eu não gosto muito do ramo trabalhista, mas sustenta o escritório.

    Sucesso!

  • 0
    K

    KLAUS PIACENTINI Quarta, 16 de maio de 2012, 12h05min

    Henrique Gomes adv,

    Acredito que o primeiro passo para essa nova fase, seria a inscrição na defensoria, pelo menos os gastos do escritório da para garantir (...) Com isso começa aumentar seu fluxo de clientela ...

    Abraços e boa sorte


    Klaus Piacentini

  • 0
    H

    Henrique Adv Quarta, 16 de maio de 2012, 12h26min

    Agradeço aos colegas Daiane, Fernando Stefanes e KLAUS pelas preciosas sugestões e por compartilhar suas experiências. Realmente, diversificar assusta um pouco, mas para manter as portas abertas é um caminho.

  • 0
    T

    Thais Nunes Quarta, 16 de maio de 2012, 12h59min

    Estou com meu escritório a quase dois anos. E posso lhe dizer que é muito difícil. sei que alguns advogados criticam "clinica geral" mas enquanto não consigo me sustentar na área que gosto vou pegando de tudo. A inscrição na defensoria publica, apesar dos honorários ultrajantes, faz com que se torne mais conhecido e adquira potenciais clientes, é uma boa ideia. Não fixe o seu foco num so ramo, abra o leque e vai pagando as contas depois conseguira se empenhar na área que realmente almeja. Boa sorte!

  • 0
    D

    DFF-SP Quarta, 16 de maio de 2012, 13h57min

    É Vanessa... a idéia de "clinico geral" tb não me agrada !
    Conheço um advogado aqui na cidade onde moro que pega qq ação... Penal, trabalhista, civel, qq coisa msm. O resultado é dos piores né, nem preciso falar.
    Confesso que trabalhista não é cmg. Mas para me manter precisei abrir o leque, senão ia acabar fechando as portas tb.
    Minha primeira audiencia trabalhista foi há poucos dias e achei que fosse pior... rsrsrsrs
    Logo retomo meu foco e as coisas vão caminhando...
    Abraços...

  • 0
    F

    Fatima Segunda, 21 de maio de 2012, 22h02min

    Nossa...estou totalmente assustada, recebi minha carteira da oab em abril deste ano e estou perdida...não sei o que fazer. A família pressiona de um lado para fazer o tal da " clínica geral" ir advogando aqui e ali, até se firmar. O estágio da facul foi extremamente fraco, deixando muito á desejar e foraisso só estagiei por 3 meses em um escritório de pequeno porte. Estou muito angustiada e sem rumo...

  • 0
    V

    Vanderlei Sasso Segunda, 21 de maio de 2012, 22h21min

    Comentário apagado pelo usuário

  • 1
    I

    Ingrid Schroeder Scheffel Terça, 22 de maio de 2012, 5h57min

    Olá

    Algumas pessoas nasceram para serem advogados bem sucedidos. Sem entrar no mérito do conhecimento jurídico, mas num outro campo: o comportamental. Estes advogados muito bem sucedidos têm em comum a capacidade de "vender" seus serviços. São pessoas que nasceram com o dom do negócio, do marketing, da política. São extrovertidos, estão sempre em eventos sociais (comunitários, sociais, religiosos, políticos). Fui advogada por pouco tempo. Infelizmente não tenho o perfil que descrevi acima. Sou tímida, introvertida etc, etc. Sou do tipo "pessoa sem graça". A partir daí resolvi estudar para concurso (qualquer um de formação jurídica). Passei em alguns. Atualmente sou juíza estadual. Tive que adaptar meu "jeito de ser" com a carreira. Por fim, se tens o perfil que descrevi, comece a pensar numa carreira pública (inclusive advocacia pública).

  • 0
    F

    Fernando Stefanes Rivarola Segunda, 25 de junho de 2012, 12h02min

    Bacana sua história Ingrid, você foi extremamente competente para se autodiagnosticar. Realmente é muito importante ter um perfil diferente para advogar com relativo sucesso. Assim como você, também acho que não tenho o perfil completo e também resolvi estudar para concursos, foquei sempre o MP. Com isso acabei estudando muito e como enquanto estudava, mantinha o escritório aberto, a renda foi aumentando, meus clientes foram se multiplicando, de modo que após cinco anos estudando e não ter passado no desejado MP paulista, desisti dos concursos, mas estou feliz com o rendimento do escritório, as perspectivas são ótimas. Parabéns, de verdade, sei como é difícil passar, como é dolorido ser eliminado no oral.

    Saudações cordiais e Sucesso a todos!

  • 0
    T

    tiago fernando pelá 162769/SP Terça, 15 de janeiro de 2013, 16h48min

    Caro Henrique:

    Veja se deseja marcar uma reunião comigo, também sou de Campinas, pois quem sabe posso te ajudar.

    Anote meu e-mail [email protected]

  • 0
    H

    Heidegger (99% ateu) Sábado, 19 de janeiro de 2013, 17h10min

    Ingrid Schroeder é a miss do Poder Judiciário. É a juíza mais gata.

  • 0
    Adriana KT Kinna

    Adriana KT Kinna Sexta, 15 de maio de 2015, 14h02min

    Fernando, assim como vc, pretendo abrir o escritório e ir estudando paralelamente para concurso. Muita gente diz que é inviável, pois o escritório demanda muito tempo e energia para captar clientes e fazê-lo crescer. Então gostaria que vc falasse mais da sua experiência se puder. Vc trabalha em alguma área específica? Tem sócios? Correu muito atrás para fazer o escritório crescer? Obrigada

  • 0
    A

    Andre Barrichello Tosello Quarta, 16 de dezembro de 2015, 7h23min

    Henrique Gomes adv, Quero entrevistá-lo porque sua história me tocou! Não se preocupe, podemos gravar via skipe, não é uma super produção! Além disto, posso te ajudar colocando você em contato com grandes Advogados do Brasil. Me procure pelo email: [email protected] - Grande Abraço!

  • 0
    Ricardo Bap

    Ricardo Bap Segunda, 29 de fevereiro de 2016, 14h14min

    Conhece o treinamento www.tesestributarias.com?

  • 0
    J

    janaina teles Sexta, 19 de agosto de 2016, 10h53min

    Eu estou terminando a faculdade e estou muito preocupada porque percebo que não tenho o dom para advogar, então estou estudando para concursos, sei que é uma disputa muito grande mas temos que se esforçar, pois a advocacia é para quem tem um certo perfil e também quem gosta de advogar, porque não adianta você insistir em uma área que não gosta, pois no final vai ficar frustado.

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.