um vendedor ambulante me ofereceu alguns produtos para vender e ganhar uma maleta de maquiagem como brinde,no dia peguei mas em seguida arrumei um emprego fixo e fiquei sem tempo de revender,os telefones de contato desde então não atenderam mais,e o vendedor se comprometeu comigo se caso eu não conseguisse vender nenhum produto ele aceitaria tudo de volta,só não aceitaria se eu vendesse alguma coisa,aí eu teria que completar o valor dos produtos que restassem. Porém agora,o mesmo apareceu para receber e não aceita de jeito algum as mercadorias dele de volta diz que tenho que pagar o valor total de 400,00 sendo que não vendi nada como ficou acertado ele aceitaria de volta,agora ele tá me enchendo o saco dizendo que assumi um compromisso etc e tal,querendo forçar a maior barra,o que posso fazer nessa situação?

Respostas

129

  • -2
    L

    lulai Quarta, 06 de novembro de 2013, 13h34min

    Elisete desculpa a demora para responder.
    Não teve nenhum contrato de consignação.
    Estou apreensiva, pois ele me ligara dia 21 desse mês.

  • Removida

    Esta resposta foi removida.

  • 0
    E

    Elisete Almeida Segunda, 11 de novembro de 2013, 0h01min

    lulai;

    O seu caso é um pouco mais complicado, pois vc tem nota promissória assinada e, salvo me engano, esta serve como título executivo. É melhor negociar de forma que não se prejudique muito.

    Quem anda nas vendas autonomas, deixo uma dica, trabalhe com produtos conhecidos, em que não haja grandes riscos de amanhã ou depois alguém aparecer com uma nota promissória a cobrá-la. Há tantas marcas boas no mercado, com publicidade já feita é só vender, para quê se enfiar em rolo?

    Eu sei que é normal, mesmo quando pegamos em consignação, deixarmos a nota no valor total da retirada assinada e quando devolvemos o que não conseguimos vender, devolvem-nos a nota e nós entregamos o dinheiro do custo da mercadoria obtido com a venda. Mas nem todo mundo é honesto.

  • 0
    L

    lulai Segunda, 11 de novembro de 2013, 1h07min

    Obrigada Elisete, vou negociar, :).
    Realmente foi um erro grande fazer esse negocio, mas é uma pressão que fazem na hora de compra que acabamos aceitando. :/
    Mas se caso eu não pagar terei problemas na justiça?

  • 0
    E

    Elisete Almeida Segunda, 11 de novembro de 2013, 17h09min

    lulai, em princípio, sim. Mas só vendo o que vc assinou e como assinou. Sou-te honesta que estou afastada há 10 anos e não tenho certeza se a promissória serve como título executivo, creio eu que sim.

    Por enquanto, deixa rolar, tente devolver os produtos não vendidos e entregar o dinheiro daquilo que vendeu, diz que foi o que negociaram e tal...

    Se houver acordo, não esqueça de pegar a promissória de volta, e, se possível, documento de quitação do valor que vc estará entregando.

    Boa sorte!

    Cumprimentos

  • 1
    M

    mikaaaa Domingo, 02 de fevereiro de 2014, 19h33min

    Olaa estou na mesma situacao dessas meninas.. peguei cerca de 30 produtos para vender em troca de uma maleta de maquiagem. Nao dei o numero dos meus documentos , mais assinei uma promissória no valor de 490 reais... minha duvida é se tenho alguma lei que me protega ... na qual eu possa argumentar... me ajudem obrigada

  • 0
    E

    Elisete Almeida Domingo, 02 de fevereiro de 2014, 19h56min

    Mikaaaaa,

    Se não estou em engano, a promissória funciona como título executivo.

    Deves tentar pegá-la de volta, devolver os produtos não vendido e acertar o valor daqueles que vc negociou com terceiros.

    Boa Sorte!

    Cumprimentos

  • 0
    M

    mikaaaa Domingo, 02 de fevereiro de 2014, 20h59min

    Elisete mais ha alguma lei na qual eu possa argumentar ..sobre a devolucao desses produtos juntamente com o dinheiro da mercadoria que vendi ate agora.. ja me informaram que ele ira me pressionar para receber o valor em dinheiro.. queria poder ter uma carta na mangaa... tambem me informaram que como eles nao tem cnpj nao podem usar a promissória contra mim.. mais nao sei se tudo isso é verdade.. e no caso posso recorrer a policia .....

  • 0
    V

    Verinha1 Suspenso Domingo, 02 de fevereiro de 2014, 21h42min

    Mika, com promissória assinada não existe isso de ter uma carta na manga, é um título de reconhecimento de dívida, e não importa a origem da dívida, por ele vc confessa que tem de pagar tal valor e pronto.

    Promissória não precisa de CNPJ, ela pode ser firmada entre 2 pessoas físicas, como no seu caso.

    Tente negociar com o vendedor (o ambulante). Ele não é obrigado a receber produto algum de volta.

  • 0
    V

    Verinha1 Suspenso Terça, 04 de fevereiro de 2014, 4h12min

    Vc assinou uma confissão de dívida.

    O melhor caminho é um acordo, de outro modo, vc terá de pagar o que assumiu na promissória.