Olá! Minha dúvida é se preciso realmente fazer procuração para autorizar um parente a me representar perante um inventário ou se bastaria uma carta de mandato. Também tenho a dúvida se para isto é necessário lavrar procuração pública com registro em cartório ou se uma procuração de próprio punho não teria o mesmo peso?

Respostas

2

  • 0
    V

    Vanessa Gomes Sexta, 03 de fevereiro de 2017, 10h00min

    Olá! Minha dúvida é se preciso realmente fazer procuração para autorizar um parente a me representar perante um inventário ou se bastaria uma carta de mandato. Também tenho a dúvida se para isto é necessário lavrar procuração pública com registro em cartório ou se uma procuração de próprio punho não teria o mesmo peso?
    é extrajudicial

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.