Trabalho em um hotel no centro da minha cidade, estava de ferias e resolvi mudar meu penteado de cabelo, escolhi o penteado samurai no qual se raspa as laterais e prende a parte de cima fazendo um coque pra trás da cabeça. Por tanto desde que voltei de ferias meu chefe implica com meu cabelo diz que não posso trabalhar assim, que esta ridículo, que esta afeminado e ja chegou ate me dar R$20,00 e mandar ir ao cabeleleiro e cortar o cabelo. Eu devolvi o dinheiro, fui ao cabelereiro e novamente raspei dos lados e mantive o penteado. Ele continua a reclamar sobre minha aparência e chega as vezes ate debochar. Trabalho como recepcionista e acredito que minha aparência esta apresentavel e não implica com o meu desempenho e minha relação profissional com os hospedes.

Respostas

2

  • 0
    R

    Rafael F Solano Sexta, 17 de junho de 2016, 20h35min

    Existe uma coisa chamada identidade visual. Se a empresa preza por um estilo de imagem, vc corre o risco de receber justa causa por deixar de seguir as normas da empresa. Se fosse usar tatuagem, piercing em local não visivel em virtude do uniforme, o empregador não poderia dizer nada, mas corte de cabelo que seja chocante e divirja da identidade visual da empresa, a coisa complica, para o seu lado.

  • 0
    Lisnei

    Lisnei #{user.city.long_name("/")} 182613/MG Sexta, 17 de junho de 2016, 20h58min

    Converse com o seu chefe, diga a ele que você o respeita por causa da posição hierárquica, mas como não há no regulamento da empresa que proíba seu jeito de cortar cabelo, ele não pode ficar de deboche com você, se acaso é algo que tem a ver com o regulamento da empresa então que ele seja claro, mas se não que cesse logo os deboches. Isto passa além das relações de trabalho e passa a ser pessoal, portanto cabe se um processo. Não é processo trabalhista, mas civil. Há precedentes sobre este assunto.

Essa dúvida já foi resolvida, você pode criar uma pergunta semelhante.