Jus Dúvidas

Perguntar

Qual é a sua dúvida?

Olá, por favor, preciso que me orientem como proceder: A depressão se agravou desde a morte do meu filho, CID F32 e F32.9 .Faço tratamento psiquiátrico desde agosto de 2010 depois da tentativa de suicídio, foi concedido o auxilio doença, e de lá para cá, as vezes concedem e outras não, o último beneficio concedido encerrou em 02/2016, e aí as 3 últimas perícias, foram negadas, quero saber se tenho direito de pedir aposentadoria e onde posso fazer esse pedido, já que, mesmo com o tratamento, com toda a medicação, a depressão e a síndrome do pânico persiste.Quero saber se tenho direto, pois desde 01/2010 não tenho registro em carteira.

Aguardo uma orientação, grata!

Respostas

16

  • 0
    R

    Rafael F Solano Segunda, 01 de agosto de 2016, 20h25min

    Seu medico nao recomendou terapia ocupacional?? É no fundo o melhor remédio, pois mantem a mente ocupada e a atividade praticada produzindo frutos é fundamental na vida de quem se recupera desta enfermidade, pois ajuda a despertar sentidos de alegria e felicidade.

  • 0
    N

    Neide Terça, 02 de agosto de 2016, 9h08min

    Sim Rafael F Solano, já fiz terapia ocupacional, terapia em grupo, psicólogo, medicamentos....Não sei se já passou por uma depressão , ou se tem algum conhecido com essa enfermidade, mas quem tem ou teve depressão sabe que não é tão simples assim, se fosse tão fácil assim, mais da metade da população estaria curada. E para se ocupar, praticar uma atividade produtiva, precisa se ânimo, vontade de viver, auto estima, e isso eu não estou tendo mais dentro de mim....só ainda me mantenho viva, porque Deus me mandou uma nova criança, e sei que tenho a obrigação de educá-la.

  • 0
    N

    Neide Terça, 02 de agosto de 2016, 9h11min

    Olá, por favor, preciso que me orientem como proceder: A depressão se agravou desde a morte do meu filho, CID F32 e F32.9 .Faço tratamento psiquiátrico desde agosto de 2010 depois da tentativa de suicídio, foi concedido o auxilio doença, e de lá para cá, as vezes concedem e outras não, o último beneficio concedido encerrou em 02/2016, e aí as 3 últimas perícias, foram negadas, quero saber se tenho direito de pedir aposentadoria e onde posso fazer esse pedido, já que, mesmo com o tratamento, com toda a medicação, a depressão e a síndrome do pânico persiste.Quero saber se tenho direto, pois desde 01/2010 não tenho registro em carteira.

    Aguardo uma orientação, grata!

  • 0
    R

    Rafael F Solano Terça, 02 de agosto de 2016, 11h27min

    "praticar uma atividade produtiva, precisa se ânimo, vontade de viver, auto estima"

    E ficar à toa em casa vai ajudar em tais disposições?? Nenhum médico lhe falou que é preciso FORÇA DE VONTADE??

    Receber dinheiro do governo para curtir depressão em casa só a levará ao suicidio.

  • 0
    R

    Rafael F Solano Terça, 02 de agosto de 2016, 11h28min

    Doenças psiquiatricas levam a aposentadoria, depressão não é doença psiquiatrica, é um disturbio, uma enfermidade que tem tratamento, constante, permanente.

  • 0
    R

    Rafael F Solano Terça, 02 de agosto de 2016, 11h28min

    Se nenhum médico lhe recomendou afastamento definitivo do trabalho, lamento, mas vc nunca vai conseguir aposentadoria por motivo de depressão.

  • 0
    N

    Neide Terça, 02 de agosto de 2016, 12h48min

    Me desculpe Rafael F Solano, achei que essa página era para esclarecer dúvidas, e não para esculachar as pessoas...

    " Receber dinheiro do governo para curtir depressão em casa só a levará ao suicídio."

    Em primeiro lugar, o dinheiro não é do governo, é nosso, dos contribuintes, de pessoas como eu que a vida toda contribuiu para o INSS, tenho 42 anos, e enquanto tive forças, sempre trabalhei, desde os 14 anos de idade, em segundo lugar, ninguém fica em casa curtindo depressão porquê quer, as pessoas que tem essa enfermidade, fica em casa sim, por medo de sair, sofre com a angústia de querer fazer algo e não conseguir, e quanto ao suicídio, sim, a única coisa me livraria dessa angústia, como disse anteriormente, já tentei algumas vezes, antes da minha criança nascer, mas agora, mesmo com toda a angústia que vivo, mesmo com todos os pensamentos suicidas, sei que tenho a obrigação de educá-la, até que ela atinja uma idade para enfrentar a vida, agora respondendo a sua pergunta, sim, os médicos já me falaram muitas coisas, mas nada tão agressivo como da forma que se expressou, e sim tenho laudos recomendando o meu afastamento definitivo, mas o INSS recusa, então a minha pergunta foi por isso, e achei que aqui eu teria um esclarecimento.

    Mas muito obrigado, você contribuiu muito, é por ter pessoas que pensam como você, que muitas pessoas passam fome nas suas casas, por terem direitos, e essas mesmas pessoas que pensam como você, negarem os seus benefícios, porquê acham que elas vão ficar á toa na casa delas recebendo o dinheiro do governo.


    Grata.

  • 0
    E

    ELIAS GOMES B. SILVA Quinta, 19 de julho de 2018, 17h12min

    No Direito Previdenciário, tudo é relativo. Apesar de aparentemente ser fácil, não o é.. Se fosse, não tornava o INSS o mais réu do Brasil. Em resumo. Sua situação pode ensejar sim uma Aposentadoria por Invalidez, todavia passará pelos procedimentos comuns; agendamento, perícia administrativa, se negada, ação judicial, novamente com perícia. Ainda depende do juiz que vai julgar. Uns são HUMANOS, outros são (qualquer coisa). Uns atendem ao princípio da dignidade da pessoa humana, outros são extremamente legalistas ao ponto de serem desumanos. Vai entender. A vida é isso. Boa sorte. Se eu morasse no seu estado iria lhe ajudar. Mas...

  • 0
    Gerislândia Borges

    Gerislândia Borges Terça, 14 de agosto de 2018, 14h59min

    Depressão e doença sim
    Antes de fala alguma coisa sr Rafael vai poder entende diretor e ter com paixão
    A pior dor e você perde um filho e uma mãe você nao sabe o quando ela está sofrendo
    E não é fácil como palavra você conviver com isso a 8 anos sei bem o que é
    Boa sorte querida sinto muito pelo seu filho e por essa situação não liguei

  • 0
    Assis Lima

    Assis Lima Sexta, 11 de janeiro de 2019, 13h22min

    Rafael Solano no Brasil existe muitos como vc por isso esse país é uma merda cheio de ladrões e mal caráter se o nome do auxílio é doença a Sra Neide tem sim direito! Neide espero que já tenha conseguido é muito difícil comprovar ao INSS por ser tratar de dinheiro e de ter muitas pessoas dando golpe no mesmo, depressão não se brinca é a doença que mais mata na atualidade.

  • 0
    Jonas Silva

    Jonas Silva Domingo, 13 de janeiro de 2019, 18h33min

    Preciso tirar uma dúvida com vocês, minha cunhada sofre com esse problema, o médico dela disse que vai me dar o laudo para conseguir a aposentadoria, o que fazer depois que tiver o laudo ?

  • 0
    Yutaka Cass

    Yutaka Cass Sábado, 16 de fevereiro de 2019, 11h57min

    Pessoal e como se faz quando a pessoa nunca pode trabalhar por conta da depressão, uma pessoa que tem depressão desde a infância e se agravou com o tempo e na fase adulta nunca conseguiu trabalhar (alem de depressão tem outros problemas psicológicos distúrbios de personalidade e fobias sociais)???

Precisa de Advogado?
Do u need lawyer