Sou professor de inglês para grupos pequenos em uma escola. Há duas semanas, a coordenadora perguntou a uma turma de 10 alunos o que eles acham da escola. Todos disseram gostar mas um aluno disse não estar contente. A coordenadora então abaixou a nota de toda a turma e zerou a nota desse aluno, por ele ter dito não achar a escola muito boa. Achei o ato abusivo e ditatorial, ainda mais por ter sido ela a perguntar a opinião deles. Gostaria de saber se isso caracteriza abuso de autoridade ou algo, e como proceder.

Respostas

3

  • 0
    R

    Rafael F Solano Quinta, 13 de outubro de 2016, 8h50min

    Antes de mais nada, ela não é autoridade. Ela é responsavel pela escola, ela é superiora hierarquia dos funcionários da escola, mas não é autoridade para os cidadões que estudam nela. A autoridade que ela exerce é no que tange ao funcionamento da escola, só isso.

    Os alunos afetados poderão mover ação contra a instituição, sem a menor duvida.

  • 0
    Leonardo Freire

    Leonardo Freire Quinta, 13 de outubro de 2016, 23h49min

    Obrigado Rafael. Descobri que a motivação da coordenadora foi outra. Conversei com os alunos dessa turma hoje e para eles ela contou outra história, disse que se sentiu ofendida com algo que alguém da turma havia dito e descobri que realmente um aluno faltou com respeito. Não entendo porque ela mentiu para mim com a história de não estarem contentes, o que seria ridículo. O aluno está errado e já conversei com ele. Mas não sei se a atitude dela quanto a isso foi ética. Concordo em abaixar a nota de comportamento dele pelo que fez, mas ela abaixou a nota de todos. Temos uma nota de comportamento da classe, que tem que ser a media dos comportamentos individuais. Ela abaixou a da classe, e para a conta dar certo, abaixou a individual de cada um também, o que não considerei justo. Me parece mais um caso de vingança pessoal dela... E uma manipulação de notas, ainda por motivos pessoais... isso é certo?

  • 0
    R

    Rafael F Solano Sexta, 14 de outubro de 2016, 11h41min

    Infelizmente, se certo ou se errado, somente os alunos, ou os pais dos alunos menores de 18 anos, poderão alegar alguma coisa, recorrendo a justiça se acharem devido.

    Como vc só ficou sabendo dos detalhes depois, é possível que os demais alunos da turma tenha de alguma forma demonstrado apoio ao aluno que faltou com o respeito, portanto, estariam todos envolvidos na ocorrência. E se considerar que a diretora poderia arrancar uma grana gorda de todos eles, além de expulsá-los do curso, creio que ter a nota rebaixada não é nada se comparado com o que poderiam sofrer. Penso ser até uma punição branda pela ação desrespeitosa!!

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.