Atualmente estive vendo meu face e vi la mensagem de uma ex noiva ela em 2001 me denunciou por estupro e falando coisas não de meu conhecimento ela esposa Pastor como eu. Após analisar quem ela era, constatei era realmente minha ex-noiva, ela que sob apoio inicial mãe dela ( esta evangélica conservadora , rígida não aceita outra religião ) mudei e morei casa dela onde morei ate sair no cômodo fundo e dormindo chão ate hoje lembro casa a casa fundo só cômodo, ai entra cozinha da cozinha indo reto vai p sala e se virar direita vai p quartos e banheiro, pelo lembro o fim corredor chegava quarto irmão dela onde ocorreu nossa primeira relação entre eu e ela, onde único lugar da casa tinha tv 14 polegadas no rumo de sua cama solteiro irmão este diferente todos ele meio japonês, cabelo liso, magro e usa óculos e não aceitava doutrinação igreja mãe fique la até dia mãe dela pediu sai-se casa pois não acreditava relação . Após alguns meses estava fora casa dela sem contato ela apareceu onde estava morando comercio de um amigo que me ajudou ficar la ate eu ir onde residiria ela foi la e rolou novamente sexo consensual. Apos relação saímos e fomos praça e caminhando e namorando e descobri ela trabalhava empresa vinculo instituição publica , onde foi ultima vez nos vimos. Agora ela e marido dela me procura dizendo que eu a estuprei e a machuquei a levou a ter hematomas por causa deste estupro (JURO CREIO QUE A MAE DELA DESCOBRIU NOSSOS ATOS E A EXPULSOU DE CASA POR MEDO IGREJA E QUEM ELA CASA-SE DESCOBRIR ELA NÃO ERA MAIS VIRGEM E POR VER NÃO TINHAMOS MAIS CONTATO ELA A FEZ DENUNCIAR ESTE EXTUPRO NUNCA OCORREU DE FATO PARA TER MOTIVO DE DIZER NÃO ERA MAIS VIRGEM ESPOSO) , dizem não irão policia mas deste dia 1 deste mês tenho 45 dias pedir perdão, e que não me lembro, pois dia 15 de dezembro irei cair escuridão irei para UTI e de lá talvez eu não saia me procuram pelo face , Messenger , me ligam telefone celular ate uma vez de madrugada e sempre ligam tenho medo de não atender e acontecer algo . Tudo aconteceu ela saúde dela eles culpam mim , ate doença venérea sendo que sou doador de sangue e nunca foi detectado o que ela afirma ela tem . Ultima vez conversamos ela diz eu não me lembro pq eu fui controlado por entidade maquiavélica eu fiz sem estar em mim e que eu nao fiz de fato foi esta entidade e por isso nunca me procurou mesmo sabendo onde eu estava todos estes anos e que o que eu disse marido dela sobre ocorrido esta trazendo desavenças em seu relacionamento pois como ele integro quer a verdade situação eu propus até uso de detector de mentira. Eu ja procurei concilio da Igreja sou vinculado pedi perdão todos estavam la pelos meus atos lembro e não lembro deste meu nascimento, pedi meu afastamento mas eles pediram apos orações de intercessão, reunião e apos eu passar psicólogo faz entrar em transe e falar tudo passado ( ai lembrei sobre casa dela e irmão )eles querem que eu continue sim em minha funções e se desejar tenha pastor me coordenando e me dar todo suporte no dia 15 pois concilio da Igreja creem eles podem me denunciar policia mesmo sabendo não ocorreu ou enviar alguem para fazer mal a mim . Creio ela apos contar mãe dela ela a obrigou a fazer BO contra mim para dizer ela não fez por desejo mais obrigada por causa igreja , no BO não fala nenhum vinculo noivado e que fiquei na casa dela algumas semanas, apos eu falar marido dela sobre tudo ele disse falou sogra e ela disse tudo eu disse mentira, verdade esta BO ela e eu fazíamos parte desta instituição e quando ela foi receber eu a peguei e a forcei ter relações sexuais comigo sendo que nunca ocorreu isso como elas dizem e que ocorreu mentira minha . E isso ja faz 15 anos fara 16 anos em maio ano que vem, sou pai , irmão, Pastor, tenho projetos, sonhos , desejos , trato atualmente câncer perdi meu alicerce minha vida por esta denuncia infundada , quando telefone toca de dia a tarde , noite e madrugada tenho receio atender e se não atender faça eles fazerem algo , ja os bloqueei face, watshapp

Respostas

1

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.