Prezados, boa tarde. Fiz o registro de ocorrência para responsabilizar o dono do cachorro do vizinho que mordeu minha filha (e outras pessoas ao longo dos últimos meses). Trata-se de um cão bravo, que é solto pelos donos em horários aleatórios, avança nos pedestres de uma rua bastante movimentada. Ao optar pelo caminho legal, fiz o registro, minha filha fez corpo de delito, entretanto não recebi mais orientações, estou perdida. Gostaria de saber como agir. Devo ir ao fórum, se é vara civel mesmo, quais documentos preciso anexar ao processo, etc... Por favor me ajudem!!

Fico imensamente grata desde já.

Respostas

8

  • 0
    M

    Michele de Paula Quarta, 16 de novembro de 2016, 13h37min

    Eles imprimiram, me entregaram e disseram que o resultado do corpo de delito volta pra msm DP. A cópia do B.O tá comigo. Tenho tudo menos o resultado do exame e a informação de onde abrir o processo.

  • 0
    R

    Rafael F Solano Quarta, 16 de novembro de 2016, 16h23min

    Denuncie tmb aos órgãos de meio ambiente e ONGs de proteção animal, este louco expõe a sociedade e o pobre animal a risco, fora que deve submetê-lo a maus tratos para ele ter se tornado um cão anti social!! Piore a coisa pro lado deste vizinho irresponsável!!!

  • 0
    M

    Michele de Paula Quarta, 16 de novembro de 2016, 16h54min

    Sim, mas como procedo em relação ao processo? Quero acionar os meios legais para que isso não ocorra. Fora que minha filha está traumatizada, não houve prestação de socorro no local nem auxílio em relação a remédios. Fica por isso mesmo? Vi na internet que existe a possibilidade de indenização. Neste caso, eu usaria o valor para pagar o psicologo pra minha filha, pois no público não consigo marcar e particular não tenho verba para tal, no momento.
    Gostaria de ressaltar que já tentei um relacionamento amigável e as pessoas simplesmente não respondem.

  • 0
    R

    Rafael F Solano Quarta, 16 de novembro de 2016, 17h19min

    Tente na seccional da OAB algum advogado que possa lhe ajudar, alguns ainda tem a sua taxa pro bono a cumprir no ano (atender de graça), pode tmb buscar faculdades de direito que ofereça atendimento ao publico em seus nucleos de assistência juridica.

    E ainda, algumas ONGs de proteção animal tem advogados que dão a eles assistência, e se o caso do cão for o que penso, caso de maus tratos e negligência, algum destes profissionais poderia pegar tmb o caso de sua filha contra o tutor irresponsavel.

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.