Pessoal boa noite. Meu esposo com sua motocicleta, colidiu em um carro de uma auto escola, estragando o para choque do veículo, foi feito b.o e estamos assumindo a responsabilidade e correndo atrás do proprietário para realizar o concerto. O para choque sofreu um dano pequeno, e vimos que o mesmo dá para ser restaurado e fica ótimo, porém ela não quer aceitar o acordo, ela não quer que seja restaurado e não quer um para choque similar. Ela quer o original e o mesmo foge e muito de nosso orçamento. A proprietária da auto escola disse que vai acionar o jurídico da empresa dela para nos contatar, como proceder nesse caso? Não estamos negando de pagar, mas o que ela quer foge do nosso orçamento. Se alguém puder me dar uma luz eu agradeço. Obrigada

Respostas

3

  • 0
    M

    MTB Recursos Segunda, 17 de junho de 2019, 19h58min

    Concorda que um para-choque recuperado tem menos valor do que um novo?
    Eu também não aceitaria este acordo. Irá desvalorizar o bem, o serviço não ficará perfeito como se fosse colocado uma peça nova e original.
    Tente entrar num acordo amigável para evitar uma ação judicial, que no final das contas, poderá acabar saindo mais caro.

  • 0
    H

    Hen_BH Segunda, 17 de junho de 2019, 20h48min Editado

    A questão é: seu marido causou o dano. Quem conduz um veículo em via pública assume os riscos disso.

    Como já dito, o lesado não é obrigado a aceitar um acordo que entenda ser desfavorável.

    Na justiça sairá bem mais caro.

Essa dúvida já foi resolvida, você pode criar uma pergunta semelhante.