Olá. Eu namorei com uma moça. Tempos dpois terminamos e eu me mudei de cidade. Anos mais tarde, retornei e ela me procurou dizendo que teve uma criança e o seu "atual" namorado havia registrado. Porém, as filhas mais velhas dele (desconfiando da paternidade) exigiram o DNA que por sua vez, deu negativo. Ela diz que eu sou o pai e solicitou o exame de DNA.

Pergunta 1: Uma vez que a criança foi registrada em nome do ex (e ele paga pensão por ter um laço afetivo e não pretende tirar seu nome do registro, apesar da separação), eu vou ter que pagar pensão tmb (caso o testar positivo)?

Pergunta 2: Se eu realmente for o pai da criança eu posso pedir a guarda (por motivos bem plausíveis)?

Pergunta 3: Se a guarda for compartilhada (15 dias por mês com cada um) eu vou ter que pagar a pensão integral?

Respostas

2

  • 0
    I

    Desconhecido Terça, 30 de junho de 2020, 12h24min

    Pergunta 2: Se eu realmente for o pai da criança eu posso pedir a guarda (por motivos bem plausíveis)?

    Não vc só poderá exigir alguma coisa se for determinado judicialmente a retirada do sobrenome de quem registrou ou se seu nome constar também na certidão da crianca

    Pergunta 3: Se a guarda for compartilhada (15 dias por mês com cada um) eu vou ter que pagar a pensão integral?
    Guarda compartilhada nao é isso.