Estava saindo do restaurante burger king, e fui para pegar a faixa subindo a avenida cruzando as faixas que estavam descendo a avenida os veículos que estavam no sentido de descida me deram passagem por estar transito no momento, quando estava atravessando parei para que o veiculo que estava subindo seguisse para que eu pudesse ir em sequencia quando o veiculo cruze cor branco do senhor martim desceu rapidamente pela faixa de ônibus e além de acertar meu veiculo continuou arrastando por toda lateral de seu veiculo. quando paramos foi super grosseiro até a chegada da viatura.passando alguns dias o senhor martim me ligou que queria que eu pagasse o conserto do seu veiculo ou sua franquia do seguro, um mês após a ligação do senhor martim recebi uma ligação que se dizia do escritorio de advocacia que representava a seguradora, falando que se era interessante um acordo se não entrariam com processo contra mim, hoje recebi um email com valores dando duas opções para pagar um tipo de acordo, eu sei que estava errada mas ele tambem estava errado em estar na faixa de onibus; eu estou pagando o conserto do carro que estava dirigindo que não é meu estava com ele emprestado para mim evitar de pegar onibus e metro nessa pandemia, não tenho condições de pagar esse acordo, já voltei a andar de onibus porque o carro foi pra conserto e a pessoa não quer me emprestar mais, não sei o que fazer.

Respostas

2