Visando auxiliar os colegas que labutam na Justiça Fluminense e muitas vezes encontram enormes dificuldades de conseguirem a gratuidade de justiça a seus clientes. O julgado foi de um caso patrocinado por mim e penso que os argumentos e jurisprudências trazidas serão de muita utilidade.

AGRAVO DE INSTRUMENTO. DECISÃO QUE INDEFERE O PEDIDO DE GRATUIDADE DE JUSTIÇA. DECISÃO QUE MERECE REFORMA. DOCUMENTOS QUE COMPROVAM A ALEGADA HIPOSSUFICIÊNCIA FINANCEIRA. AGRAVANTE QUE AUFERE RENDA INFERIOR A DEZ SALÁRIOS MÍNIMOS, MONTANTE ESTE UTILIZADO COMO PARÂMETRO POR ESTA CORTE DE JUSTIÇA PARA A AFERIÇÃO DA CARÊNCIA. RECURSO PROVIDO, NA FORMA DO ARTIGO 932, V DO NCPC, INTERPRETADO À LUZ DO ENUNCIADO N.º 81 DO FPPC.  
 

É bom colocar que a jurisprudência deste Tribunal de Justiça vem aplicando, por analogia, o teor da Lei estadual n° 3.350/99, art. 17, inciso X, que isenta do pagamento de custas “os maiores de 65 anos que recebam até 10 salários mínimos”, para as pessoas que, mesmo não sendo idosas, auferem renda mensal inferior a dez salários mínimos. Confiram-se alguns julgados: 
 
AGRAVO DE INSTRUMENTO. Ação de anulação de ato administrativo, cumulada com danos materiais. Decisão que indeferiu o benefício da gratuidade de justiça. Presunção de hipossuficiência não desconstituída. O acesso à Justiça deve ser o mais amplo e a interpretação para o gozo do benefício da assistência judiciária deve considerar a prestação da efetiva tutela jurisdicional (CF/88, art. 5º, LXXIV, c/c Lei nº 1.060/50, art. 3º, I). Autor policial militar que percebe, mensalmente, valor líquido inferior a dez salários mínimos. Aplicação do verbete nº 39, da Súmula do TJRJ, e de norma expressa da Lei estadual nº 3.350/99 (art. 17, X); benefício que inclui custas e taxa judiciária. Precedentes. Recurso a que se dá provimento. 
 

0002833-93.2017.8.19.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO - 1ª Ementa - Des(a). CAETANO ERNESTO DA FONSECA COSTA - Julgamento: 03/02/2017 - SÉTIMA CÂMARA CÍVEL  AGRAVO DE INSTRUMENTO - GRATUIDADE DE JUSTIÇA - INDEFERIMENTO - POLICIAL MILITAR COM RENDA INFERIOR A DEZ SALÁRIOS MÍNIMOS - HIPOSSUFICIÊNCIA CARACTERIZADA - RECURSO CONHECIDO E PROVIDO. - Cuida a hipótese de Agravo de Instrumento ofertado contra a decisão do Juízo a quo que indeferiu o pedido de gratuidade de justiça deduzido pela parte Autora, ora Agravante, determinando-lhe o recolhimento das custas processuais, no prazo de 15 (quinze) dias, sob pena de cancelamento da distribuição. - Agravante que é policial militar e tem renda inferior a dez salários mínimos. - Reforma da decisão agravada. - Recurso que se conhece e ao qual se dá provimento. 
 
0012521-16.2016.8.19.0000 - AGRAVO DE INSTRUMENTO - 1ª Ementa - Des(a). GILBERTO DUTRA MOREIRA - Julgamento: 14/06/2016 - NONA CÂMARA CÍVEL  Agravo de instrumento. Obrigação de fazer. Gratificação de encargos especiais inicialmente concedida aos coronéis policiais - GEAT. Decisão que indeferiu a gratuidade de justiça. Comprovação de rendimentos em quantia inferior aos 10 (dez) salários mínimos utilizados por este Tribunal de Justiça como parâmetro para aferição da carência. Precedentes Jurisprudenciais deste Egrégio Tribunal. Advogada que declarou o patrocínio gratuito. Carência comprovada. Precedentes deste Egrégio Tribunal. Provimento do recurso, para conceder a gratuidade de justiça em favor dos agravantes. 
 
Assim sendo, DOU PROVIMENTO ao recurso, com fulcro no artigo 932, inciso V, do NCPC, para conceder a gratuidade de justiça à agravante.  
 
Rio de Janeiro, 19 de maio de 2020.  
 
 MAURO PEREIRA MARTINS 
Desembargador Relator 

Agravo de Instrumento nº  0030819-17.2020.8.19.0000 - TJRJ


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Direitos e Responsabilidades do Jus.

Regras de uso