Trata-se de um livro bem completo, que tem como objetivo esclarecer e apresentar soluções para os “buracos negros” do universo dos concursos.

Com vasta experiência na área de concursos públicos, o diretor pedagógico da LFG, Francisco Fontenele e o professor da rede, Alessandro Dantas, lançam na próxima quarta-feira (04/06), na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, o livro “Concursos Públicos | Direitos Fundamentais dos Candidatos”, pela editora Método. 

A ideia surgiu principalmente pela falta de uma legislação específica sobre os direitos dos candidatos e a necessidade de informar a respeito das garantias pautadas nos princípios constitucionais e em entendimentos jurisprudenciais. O assunto é muito pertinente, já que o mercado está em forte crescimento. Para os próximos três anos, a previsão é de que sejam oferecidas cerca de 500 mil vagas em concursos públicos no Brasil. Os autores estarão acompanhados por todo o corpo pedagógico da rede, assim como pelos mais importantes especialistas em direito.

Nos próximos três anos, a previsão é de que sejam oferecidas cerca de 500 mil vagas em concursos públicos no Brasil. Pensando na quantidade de oferta e na falta de uma legislação específica sobre os direitos dos candidatos, os autores Francisco Fontenele e Alessandro Dantas abordam no livro “Concurso Público – Direitos Fundamentais dos Candidatos”, as garantias pautadas nos princípios constitucionais e em entendimentos jurisprudenciais.

Trata-se de um livro bem completo, que tem como objetivo esclarecer e apresentar soluções para os “buracos negros” do universo dos concursos. Segundo os especialistas, um dos principais pontos de atenção para o candidato é em relação à exigência de seus direitos. O candidato deve esgotar primeiro a via administrativa. Caso tenha razão e não obtenha êxito, deverá então optar pela via judicial, munido das provas comprobatórias dos danos causados. A obra traz diversas orientações nesse sentido.

Entre as dicas, os autores alertam: conheça bem o teor do edital. A leitura do edital é de extrema importância, pois é a “lei interna do concurso”. Atento a ele é que o candidato saberá se seus direitos estão sendo respeitados ou não.

O livro trata de inúmeros direitos existentes que não são objeto do projeto da Lei Geral dos Concursos, tema que está em vias de aprovação na Câmara dos Deputados. 

Com a obra, os especialistas esperam contribuir para que os candidatos possam saber mais sobre seus direitos e evitar sua ilegítima eliminação, bem assim para dar subsídios a advogados e juízes na hora de peticionar ou decidir sobre o relevantíssimo tema.

Confira alguns dos direitos fundamentais de um candidato, segundo os autores:

  • Direito à publicação com antecedência do edital;
  • Direito a que os temas e disciplinas cobradas sejam compatíveis e pertinentes ao cargo que será provido;
  • Direito a impugnar o edital;
  • Direito a uma resposta motivada da impugnação em caso de negativa do pleito ou alteração, com nova publicidade, em regra, no caso de acolhimento;
  • Direito a ter um concurso sendo realizado com eficiência e com o objetivo de prover as vagas existentes e que surgirem e não, como é feito, com desvio de finalidade e objetivo arrecadatório: concurso não é fato gerador de tributo;
  • Direito a ter uma banca examinadora qualificada e organizada, dentre outros.

Serviço

Data: 04/06/2014, quarta-feira

Horário: das 18h às 21h

Local: Livraria Cultura (Conjunto Nacional)

Endereço: Av. Paulista, 2073 – Bela Vista  - São Paulo – SP


Autores

Comentários

1

  • 0

    Marcos Carneiro

    Vejam também o livro CONCURSO PÚBLICO, CUDADANIA E PATRIMONIALISMO, de autoria CARNEIRO, Marcos Antonio da Silva, LTr.

Livraria