caso carrefour gera abalo nas redes sociais

Tanto se tem falado da morte da cadela no supermercado Carrefour que fica a dúvida a respeito deste tema, maltratar animais é crime, bem não deixa de ser crime aplicado o artigo 32 da Lei Federal nº 9.605 de 1998, que é bem claro quando estatiza: “É considerado crime praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.” Mas por ter uma pena baixa, que vai de 3 meses a 1 ano e multa neste caso acrescida de um sexto a um terço porque houve a morte do animal. Contudo, por se tratar de um crime de menor potencial ofensivo (pena menor de dois anos), seguirá o procedimento do Juizado Especial Criminal (JECRIM – Lei 9099/95), onde o Ministério Público deverá propor uma transação penal ao(s) réu(s)..

Mesmo com a grande comoção que a notícia gerou pedindo a prisão do segurança, muitos até falaram que o segurança merecia ter o mesmo fim da cadela,  no entanto, deve-se ressaltar que no ordenamento jurídico a autotutela é vedada. Por mais que as pessoas tenham sede (justificada) de justiça, somente o Estado detém o poder punitivo, o conceito de justiça mistura-se com o de vingança e o que deve ser buscado é a JUSTIÇA.


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pela autora. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria