Notícia

A cidadania pode e deve ser exercida de forma plena e participativa. Muitas pessoas não sabem, mas o exercício dessa cidadania pode contar com uma ferramenta - o site do Senado - local onde você pode opinar, dando sugestões de projetos de lei. No link intitulado de Ideia Legislativa, o cidadão pode deixar escrito a sua ideia sobre um assunto que acha relevante dentro do ponto de vista social, jurídico, político ou econômico.

Nesse aspecto, tem-se a interessante ideia de TATYANA MAYARA GURGEL DE OLIVEIRA LIMA DOS SANTOS - MG, intitulado - Aulas de direito do trabalho, direito de familia e direito constitucional no ensino medio.

As pessoas desconhecem seus direitos e deveres e por muitas vezes procuram o judiciário e abarrotam o sistema com situações que poderiam facilmente serem evitadas se as pessoas conhecessem minimamente quais, de fato, são seus direitos. Se queremos melhorar o sistema precisamos dar informação ao povo.

A falta de informação e de orientações acertadas causam inúmeros transtornos sociais. Conhecer direitos elementares que fazem parte do cotidiano de qualquer pessoa é fundamental para reduzir problemas como litígios irrelevantes, ignorância quanto ao serviço publico que deve ser buscado para determinado problema, celeridade judicial, insatisfações sociais quanto ao atendimento publico.

Fonte: https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=68295


Autor

  • Otávio Barbosa Moreira Neto

    Pós Graduado em Direito Material e Processual do Trabalho pela rede LFG de ensino; Assessor Jurídico Auxiliar na Corregedoria da PCMA; Consultor em assuntos Trabalhistas; Graduado em História, Pesquisador e membro do Laboratório de Estudos Sobre a Intolerância da USP - LEI-USP sob a indicação da Professora Doutora Anita Waingort Novinsky; Autor do livro A Inquisição no Maranhão - 1731; responsável pelo antigo site Laboratório da Estudos - Labestudos.com; Servidor Público há 21 anos.

    Textos publicados pelo autor

    Fale com o autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0