O lutador conhecido como Márcio Pedra, está sendo acusado de agredir gratuitamente junto com um grupo de amigos dois jovens. Allex Mazzoli relatou em seu Instagram a briga generalizada que ocorreu em Nova Iguaçu

REPRODUÇÃO

O lutador conhecido como Márcio Pedra, está sendo acusado de agredir gratuitamente junto com um grupo de amigos dois jovens. Allex Mazzoli relatou em seu Instagram a briga generalizada que ocorreu em Nova Iguaçu, na madrugada de sexta-feira (02/10) para sábado (03/10).

Em conversa com a coluna, Allex contou que é morador de Irajá, mas que costuma ir nos finais de semana para Nova Iguaçu, porém, nunca havia passado por nada parecido na cidade. Ele criticou o lutador, que é dono de uma academia. “Ele deveria ensinar seus alunos a usar a luta como esporte e não como agressão”.

A confusão começou quando Allex e seu amigo passaram em frente a um bar onde Márcio e colegas estavam. Segundo ele, o lutador teria abordado o rapaz, que tem de 17 anos, perguntando se ele queria “tampar na porrada”. “Meu amigo respondeu: ‘Qual foi?’, e aí o amigo dele já veio para cima”.

“Eram cinco homens com idade aparentemente entre 28 e 40 anos, todos com orelhas inchadas, ‘marca de lutador’, e começaram a nos agredir. Eu tentei tirar meu amigo do meio e levei o primeiro soco. Chegou uma situação em que esse lutador estava socando tanto o meu amigo no chão como se estivesse no octógono”, conta Allex.

“Mesmo eu estando parado e sem reagir, ele me deu um soco na cara sem dó. Logo depois, meu amigo conseguiu sair, mas o agressor o encurralou contra a parede e ele e seus amigos voltaram a dar socos e chutes e o derrubavam toda vez que ele tentava levantar. Isso se repetiu umas três vezes”, disse ainda.

“Quando finalmente conseguimos sair, tiraram o Márcio de lá. Eu estava indo embora e ele me deu um soco na nuca, pelas costas. Eu caí na mesma hora e ele chutou o meu rosto. Me vi em um momento de desespero até que uma mulher que não conheço entrou no meio e pediu ‘pelo amor de Deus’ para pararem e me mandou correr”, afirma.

“Uns cinco minutos depois, eles nos viram no final da rua novamente e gritaram: ‘Vamos pegar eles’. Eu já tinha perdido muito sangue e não consegui correr muito, aí pulei o muro para dentro de um prédio, me escondi entre os arbustos e rezei para não me encontrarem. Fiquei lá até ver que eles não estavam mais por perto”.

“No dia seguinte, eu fiz o boletim de ocorrência contra ele e já estou resolvendo de todas as formas dentro da lei para que ele pague por isso. Eu e meu amigo poderíamos ter morrido por imprudência dele e dos efeitos da cachaça”, diz ele. Nas imagens, Márcio é quem está de blusa preta e Allex de blusa preta e calça branca.

Márcio tem uma carreira bem sucedida no MMA. O lutador tem 15 vitórias – sendo 10 finalizações – e nenhum empate, e já participou do reality show da Rede Globo TUF Brasil 2 UFC. Atualmente, ele é dono da academia Centro de Treinamento Team Pedra. A coluna tentou entrar em contato com Márcio, mas não obteve retorno. O espaço segue aberto.

FONTE:https://www.metropoles.com/colunas-blogs/leo-dias/video-mostra-lutador-de-mma-marcio-pedra-agredindo-jovens-veja


Autor

  • Eduardo L. P. Gomes

    Advogado desde o ano 2000, com experiência em contencioso e na gestão jurídico-corporativa de grandes empresas. Possui habilidade na elaboração e supervisão das peças processuais, acompanhamento de recursos e julgamentos, gestão de pessoas, relatórios gerenciais, soluções jurídicas aplicadas ao negócio, atuação estratégica visando a redução do contingenciamento de perdas e a maximização dos ganhos.Desenvolveu inicialmente sua carreira em grandes bancas de advocacia onde atendia grandes empresas de telecomunicações (Telemar/Oi, Claro/ATL, Vésper/Embratel e Intelig Telecom), bancos (Bradesco, Unibanco, Mercantil de São Paulo, Bandeirantes) e operadoras de planos de saúde (Gama Saúde, Unimed Niterói).Foi gestor do contencioso da Construtora Queiroz Galvão e da Intelig Telecomunicações (Grupo TIM) onde coordenava as ações cíveis, trabalhistas e criminais em todo território nacional e na América Latina. Membro da Comissão de Infraestrutura e Desenvolvimento Econômico, para o triênio 2010/2012, na Seccional Rio de Janeiro da Ordem dos Advogados do Brasil. Especialização em Direito Processual Civil

    Textos publicados pelo autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Direitos e Responsabilidades do Jus.

Regras de uso