Se você NÃO encontrar a sua mala ao chegar no aeroporto, notifique, IMEDIATAMENTE, a cia aérea.

Se você NÃO encontrar a sua mala ao chegar no aeroporto, notifique, IMEDIATAMENTE, a cia aérea. 

Preencha o RIB – Relatório de Irregularidade de Bagagem (ou outro documento), ainda no aeroporto. Não esqueça de guardar a sua via. 

Se não for possível preencher o RIB, comunique-se com a cia aérea através de e-mail, no prazo mais curto possível, a fim de que a reclamação fique documentada. 

Não sendo possível reclamar pelos meios acima indicados, faça a reivindicação em sites do tipo Consumidor.gov e ReclameAqui. 

PRAZO PARA QUE A CIA AÉREA ENCONTRE A SUA MALA: 
*7 dias para voos nacionais; 
*21 dias para voos internacionais. 

Ultrapassados os prazos, a cia deve indenizá-lo em até 7 dias. 

A grande questão é que, quando a cia aérea resolve indenizar o consumidor, os valores oferecidos não são congruentes com os objetos que estavam na mala, ou seja, a indenização oferecida não é justa. 

ATENÇÃO: caso a sua bagagem não seja entregue imediatamente e você não esteja em seu domicílio, a companhia aérea é obrigada a cobrir as suas despesas básicas durante o período no qual a mala é procurada (roupas, produtos para manutenção da higiene etc.). 

Se a cia aérea não conceder a assistência financeira, GUARDE todos os comprovantes dos gastos decorrentes do extravio para pedir o reembolso. Apresentados os comprovantes, a companhia tem até 7 dias para devolver os valores despendidos. 

PERCEBA – o dano moral é presumido, sendo desnecessária a prova do prejuízo, sendo certo que o desvio de bagagem, por si só, é suficiente para configurar dano moral, passível de ser indenizado. 

Mesmo que a cia aérea devolva a sua bagagem, a depender da situação, o prejuízo sofrido é incontestável, principalmente se a devolução ocorreu após o transcurso da viagem. 

DICAS: 
*Inventarie os itens da mala; 
*Fotografe os itens dentro da mala; 
*Se perceber que sua bagagem foi violada, fotografe e exija que a mala seja novamente pesada a fim de comparar o peso atual com a pesagem feita no momento do check-in; 
*Leve os itens de maior relevância, tais como dinheiro, joias, celular, remédios etc., na na bagagem de mão.


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Direitos e Responsabilidades do Jus.

Regras de uso