O STF decidiu pela constitucionalidade da lei estadual do Paraná, que proíbe instituições financeiras utilizarem ações de telemarketing para fazer oferta de empréstimos direcionados a aposentados e pensionistas, tese firmada através da ADI 6.727

O STF decidiu pela constitucionalidade da lei estadual do Paraná, que proíbe os bancos e instituições financeiras utilizarem ações de telemarketing para fazer oferta de empréstimos direcionados a aposentados e pensionistas, tese firmada através da ADI 6.727 

A Lei 20.276/2020 do Paraná, determina que empréstimos só podem ser concedidos após solicitação expressa do aposentado ou pensionista e que os contratos devem ser firmados presencialmente ou encaminhados por e-mail ou correio. 

Dessa forma, a autorização dada por telefone — prática comum no mercado — não é reconhecida no Paraná, como meio de prova. E as instituições financeiras que descumprir, pode pagar multa de 21 mil reais. 

Na minha opinião, esse entendimento deveria se estender a todos os estados da federação brasileira, muitos aposentados e pensionistas são iludidos contratando empréstimos por telefone sem saber as reais cláusulas e condições do contrato de empréstimo.

Por fim, aproveito para recomendar a não contratar empréstimos por telefone, preferencialmente, contrate presencialmente e leia todas as cláusulas dos contratos e se tiver dúvidas consulte um advogado.


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Tratamento de Dados do Jus.

Regras de uso