As tecnologias jurídicas são, cada vez mais, uma realidade no segmento de direito. Afinal, o mercado deve sempre se adaptar às novas realidades para oferecer soluções inovadoras aos clientes. 

Principalmente durante a pandemia, audiências no tribunal e até mesmo a Suprema Corte precisaram adotar a tecnologia para dar continuidade aos seus processos. 

Desde audiências realizadas pelo Zoom até o desenvolvimento de softwares cujo objetivo é facilitar a condução da ação, essas novas tecnologias já deixaram de ser somente uma ideia para se tornarem parte da rotina dos profissionais da área. 

Nesse sentido, é muito importante que os advogados saibam se adaptar às novas tecnologias e conheçam as soluções que podem, de fato, melhorar a sua vida. 

Por isso, separamos aqui as principais tendências do próximo ano para que você fique por dentro do assunto! 

Veja abaixo 5 tecnologias jurídicas que são tendência em 2022

Existem tecnologias que estarão presentes em 2022 na área jurídica, melhorando a gestão de atividades, e das entregas necessárias pelo setor. 

Gestão de escritórios e departamentos jurídicos (Projuris) 

A automatização de processos é uma tendência em praticamente todos os segmentos de atuação. Dessa forma, na área jurídica, isso não poderia ser diferente.

Automatizar uma tarefa significa, basicamente, garantir que procedimentos que poderiam ser realizados em muito menos tempo, de forma automática e com o uso de softwares inteligentes sejam implantados nos escritórios. 

Nesse sentido, a gestão de escritórios engloba a tecnologia para que todas as tarefas do cotidiano sejam realizadas de forma automatizada.

Por exemplo, com o Projuris Empresas, é possível eliminar o controle de documentos físicos e planilhas no Excel, já que a plataforma automatiza cadastros e armazena todas as informações importantes em um único dispositivo. 

Além disso, é possível anexar petições, evidências e todo o andamento processual de uma forma simplificada. 

Além de sintetizar e organizar as informações, o software garante que tudo o que você precisa está em um único local, reduzindo também a margem de erros. 

Inteligência artificial para gestão de fluxo do contencioso recorrente (Docato) 

A inteligência artificial também merece destaque entre as tecnologias jurídicas que devem permear todos os departamentos em 2022. Com plataformas inteligentes, é possível controlar o fluxo de processos e procedimentos, sejam eles de quaisquer natureza. 

Como exemplo, pode-se citar a Docato. Por meio do software, você tem integração total com sistemas de gestão e pode controlar o workflow do departamento de forma automatizada. 

Com sistemas de dados personalizados e que funcionam de acordo com cada cliente, você faz a gestão de fluxo do contencioso recorrente da melhor forma possível. Sendo assim, não há dúvidas de que vale a pena conferir! 

Conciliação e mediação online (Acordos Brasil) 

Já pensou em resolver casos sem milhares de reuniões marcadas com os clientes e até mesmo sem precisar deixar o escritório? Com a tecnologia, agora isso é possível!

Isso porque plataformas como a Acordo Brasil permitem a negociação online, com a assinatura digital de acordos para que ambas as partes tenham muito mais praticidade na hora de resolver qualquer questão. 

Todo o procedimento é feito de forma virtual e com legalidade jurídica. Sendo assim, o software configura uma facilidade tanto para os clientes, como para os advogados. 

A solução foi especialmente importante durante a pandemia, já que os encontros físicos foram limitados. Porém, mesmo com o fim das restrições sanitárias, esse tipo de negociação virtual deve seguir como uma forte tendência para os próximos anos. 

Coleta e preservação de provas digitais (Verifact

As provas digitais são especialmente importantes na era em que vivemos. Afinal, as redes sociais e as ferramentas de comunicação, como o WhatsApp, são usadas diariamente por bilhões de pessoas. 

Logo, acordos, contratos informais e diversos outros tipos de provas são gerados a cada dia por meio do ambiente virtual. 

O problema é que esse tipo de conteúdo é facilmente manipulável. Logo, o mercado jurídico precisou se adaptar para que as provas eletrônicas ganhassem validade jurídica e pudessem, de fato, ser apresentadas em tribunais.

Com isso, a Verifact chegou ao mercado, com uma plataforma com alta confiabilidade no registro de provas digitais. 

A plataforma online permite que as provas sejam coletadas em um ambiente regularizado e que preserva o caráter auditável do conteúdo. 

Ou seja, mesmo que as conversas sejam apagadas posteriormente, sites fiquem fora do ar ou imagens e vídeos sejam deletados, ainda é possível provar que aquele conteúdo existiu.

Essa é a melhor forma de garantir a existência de uma prova eletrônica. Portanto, trata-se de uma ferramenta imprescindível para a condução de casos em que as provas virtuais se fazem necessárias. 

Educação para aplicação de legal design (FutureLaw) 

Além disso, a educação também é cada vez mais revolucionada pelas tecnologias jurídicas. Nesse sentido, novas escolas e o desenvolvimento de cursos digitais e voltados para a nova realidade do mercado já se popularizaram entre advogados e formandos. 

A FutureLaw, por exemplo, é uma EdTech cujo foco é preparar os advogados para as novas tecnologias. Dessa forma, são oferecidos cursos de especialização como Advocacia 4.0, Gaming Law, Visual Law, Venture Capital e muito mais. 

Ou seja, trata-se de segmentos que nem sempre são abordados nos cursos tradicionais, mas são de extrema importância para o exercício da profissão. 

A atualização do conhecimento é importante para qualquer área, sobretudo para o direito. Portanto, o advogado que quer se destacar no mercado deve, indubitavelmente, incluir esse conhecimento em seu portfólio.

Tecnologias jurídicas são tendência e realidade para 2022

Após a apresentação de todas essas novas tecnologias, você vai se sentir muito mais preparado para incluir essas tendências no seu cotidiano. 

Afinal, elas são desenvolvidas para facilitar a sua rotina e também garantir uma prática da profissão mais assertiva, funcional, otimizada e prática. 

Por isso, conhecer essas plataformas permite que você identifique aquelas que mais podem impactar na condução dos seus casos para que elas sejam incorporadas ao escritório. 

Com o tempo, você vai perceber como elas são capazes de transformar a rotina e melhorar o exercício das suas atividades.

Caso você ainda tenha dúvidas sobre o tema, deixe seu comentário no espaço abaixo. Além disso, aproveite também para compartilhar o artigo nas redes sociais!


Autor

  • Verifact tecnologia

    A Verifact é uma empresa brasileira que oferece serviço on-line de registro de provas de fatos ocorridos na internet, com altos rigores técnico e jurídico e casos de aceitação pela Justiça em estados brasileiros como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná e Pernambuco, além de recomendação de uso pela Justiça do Trabalho de Santa Catarina. O serviço pode ser acessado 24 horas por dia, sete dias por semana, e gera provas digitais robustas de forma rápida e automatizada, a um preço mais acessível do que atas notariais de cartórios. A plataforma da Verifact já é utilizada pelos Ministérios Públicos de São Paulo, Bahia e Paraíba; Polícias Civils do Paraná e Bahia, escritórios de advocacia, peritos forenses e departamentos jurídicos de grandes empresas como Habibs, Electrolux e Veloce. Saiba mais em www.verifact.com.br.

    Textos publicados pelo autor

    Fale com o autor

    Site(s):

Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Tratamento de Dados do Jus.

Regras de uso