Símbolo do Jus.com.br Jus.com.br

No combate à advocacia predatória, Juízo não acolhe desistência de ação por entender que o reclamante agiu de má-fé e o condena

21/07/2022 às 01:54

O Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba não acolheu o pedido de desistência do Autor de uma ação que reclamava por danos morais por ter sido incluído na lista de consumidores inadimplentes. No início, alegava não ter vínculo ou contrato com o Réu, um Banco e, por isso, sofrera fraude. A Eckermann | Yaegashi | Santos Sociedade de Advogados, patrocinadora do Cessionário deste crédito, apresentou documentação comprovando que o Autor utilizou dos serviços do Banco pelos meios legais e, então, o Autor e sua advogada resolveram desistir da ação, pedido que foi negado pelo Juízo.

Este tipo de caso ocorre com muita frequência e nem sempre segue caminhos verídicos, por isso, o Juízo atuou no combate a prática da advocacia predatória, identificando e citando exemplos de advogados que atuam de forma temerária e desleal em ações idênticas, não autorizando a desistência da ação, julgando o mérito e condenando a parte em litigância de má-fé, perdas e danos, e honorários advocatícios.

Além disso, sugeriu que o Tribunal de Ética da OAB-PB avalie a conduta e possíveis irregularidades da advogada, que, segundo a Sentença, falseou deliberadamente a verdade dos fatos. Apenas para corroborar, temos que os mais diversos tribunais são consonantes no sentido de que a alteração da verdade dos fatos em juízo implica multa por litigância de má-fé.

Cauê Yaegashi, advogado e sócio-diretor da EYS Sociedade de Advogados, explica que a advocacia predatória é bastante conhecida especialmente em ajuizamento de ações judiciais contra bancos e financeiras. Quase sempre, o objetivo é ludibriar clientes com promessas de vitória nas ações e indenizações. Mas, o judiciário, perspicaz e alerta, tende a tomar a decisão de forma justa, transparente e coerente, conclui.

Sobre a Eckermann | Yaegashi | Santos Sociedade de Advogados: Oferecer serviços personalizados e diferenciados; analisar os perfis individualmente são as premissas dos Sócios que mantêm a Eckermann | Yaegashi | Santos Sociedade de Advogados há mais de uma década, conceito que aproxima e humaniza os relacionamentos e que concedeu os prêmios de Excelência & Qualidade Top Of Quality Brazil 2021; Águia Americana Justiça 2021; Escritório Cível Destaque e 1º lugar em Cessão de Crédito para o Banco Santander. Localizado no Jardim Paulista, Zona Oeste de São Paulo, uma das maiores metrópoles da América Latina, o escritório lida com clientes Brasil afora dentro das especialidades do robusto time, nas áreas de Recuperação de Ativos; Estruturação de Fundos; Direitos Empresarial e Societário; Direito Civil; de Família e Sucessão, do Consumidor; e do Trabalho.

Webstories
Sobre o autor
Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelos autores. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi

Publique seus artigos Compartilhe conhecimento e ganhe reconhecimento. É fácil e rápido!
Publique seus artigos