Símbolo do Jus.com.br Jus.com.br

Como montar um currículo de advogado?

21/07/2022 às 17:32

Conheça a estrutura ideal de um currículo da área advocatícia e 4 boas práticas na hora de montar o seu!

Para quem acabou de se formar e está em busca de uma boa oportunidade para trabalhar como advogado, precisa investir na criação de um ótimo currículo que faça você se destacar frente aos demais concorrentes.

Afinal de contas, o mercado da advocacia possui muitos profissionais, o que faz com que você precise se dedicar mais para ter seu espaço.

Dessa forma, investir em novos projetos e conhecimento, além de ter o inglês jurídico, que é essencial nessa profissão, pode ajudar você nessa jornada.

Para ajudar você nisso, separamos no artigo a seguir a estrutura ideal de um ótimo currículo de advogado para assim você sair na frente nos processos seletivos!

Estrutura básica de um currículo de advogado

Todos os currículos seguem uma estrutura básica onde você consegue se apresentar, falar sobre sua formação e principais experiências e habilidades.

Para fazer isso, eles geralmente são divididos em 6 seções que você conhece melhor a seguir.

1. Dados pessoais

A primeira seção do currículo deve apresentar alguns dados básicos para o recrutador conhecer melhor você. Aqui você deve adicionar seu nome, idade, telefone, e-mail e cidade. Assim, o recrutador já conhece você melhor na hora de fazer uma entrevista.

2. Objetivo

Após os dados pessoais, você precisa adicionar o seu objetivo profissional. Essa área deve ser clara e sucinta, onde você deverá adicionar o cargo que almeja e/ou a experiência que gostaria de adquirir.

3. Formação

Nessa seção, você deverá adicionar sobre a sua formação como advogado. Aqui é interessante focar somente nos estudos superiores, como sua graduação e especializações, pois eles contam mais no processo. Não se esqueça de adicionar o nome da instituição e as datas de início e fim de cada formação.

4. Experiência

Falar sobre a sua experiência na área é um dos pontos mais importantes e que o recrutador valoriza. Aqui, é interessante adicionar as experiências que fazem mais sentido com a vaga em questão. Também vale adicionar vivências em programas de voluntariado, intercâmbios e estágios feitos durante a faculdade.

5. Cursos profissionalizantes

Buscar se atualizar no mercado é algo muito importante e valorizado. Por isso, adicione no seu currículo cursos que você fez, palestras e workshops que participou e outros projetos que ajudam a destacar mais você como um bom profissional

6. Habilidades

Por fim, você pode destacar no seu currículo outras habilidades que você tenha e que acredite que podem agregar valor à vaga. Práticas como oratória, organização e proatividade podem ser adicionadas nesta seção.

A maioria dos recrutadores já esperam que você entregue um currículo nesse modelo, então é melhor utilizar a estrutura e se destacar por meio dela.

O que deve ser colocado e evitado no currículo?

Além de conhecer a estrutura básica de um currículo de advogado, também é fundamental conhecer algumas práticas boas e ruins para prestar atenção no momento de criar o seu currículo.

Faça: texto de apresentação

Quando for enviar o seu currículo para uma empresa, sempre tente enviar junto uma apresentação sua, que basicamente é uma síntese das informações contidas no currículo.

Essa apresentação pode ser enviada como um texto no corpo do e-mail em que o currículo será enviado em anexo. Nessa apresentação, vale destacar suas principais habilidades e formações que você acredita que se encaixam com a vaga em questão.

Evite: excesso de informações

Um recrutador recebe diversos modelos de currículos para analisar, fazendo com que nem sempre ele consiga ler todas as informações contidas no documento.

Geralmente, eles escaneiam o conteúdo para identificar os principais pontos que buscam em um profissional. Sendo assim, se você criou um currículo com muita informação que tem várias páginas, você estará dificultando que o recrutador enxergue seus pontos fortes.

Dessa forma, é melhor que você adicione somente as informações essenciais para cada vaga, sem deixar seu currículo ultrapassar mais do que uma página.

Faça: adapte seu currículo para cada vaga

Para ajudar você e evitar o erro acima, é interessante que você busque adaptar as informações do seu currículo para cada vaga a que você se candidata.

Dessa forma, você consegue destacar as suas principais habilidades e formações que cada vaga exige, o que aumenta as chances de você ser chamado para a entrevista.

Evite: erros de gramática e ortografia

Esse ponto todo mundo conhece muito bem. Um currículo com erros é sempre mal visto pelo entrevistador que pode desistir de ler o currículo inteiro ao avistar um erro.

E muitas vezes, esses erros acontecem por algum descuido na hora de montar o currículo. Às vezes, simplesmente não vemos o erro ou criamos o currículo de forma tão apressada que nem é possível revisar.

Para evitar isso, uma boa prática é ler o que você adicionou no currículo algumas horas depois de tê-lo criado. Dessa forma, você conseguirá identificar facilmente os erros. Além disso, também pode ser uma boa prática utilizar corretores automáticos na internet.

Webstories
Sobre o autor
Lucas Widmar Pelisari

Sou estudante de Direito, escritor e atuante no marketing digital.

Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelos autores. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi

Publique seus artigos Compartilhe conhecimento e ganhe reconhecimento. É fácil e rápido!
Publique seus artigos