Questionamentos básicos sobre o auxílio-doença.

O que é o auxílio-doença, quando tenho direito?

O auxílio-doença é um benefício previdenciário social, que tem como objetivo garantir ao trabalhador quando cometido por doença ou acidente, meios de sobrevivência, enquanto permanece incapacitado para o trabalho ou ocupação habitual.

Muitas vezes ficamos na dúvida sobre o nosso direito de requerer esse benefício, pois bens, todos os trabalhadores, que contribuem com a previdência social, tem o direito ao auxílio-doença, e não apenas quando sofre um acidente de trabalho que o impeça de continuar exercendo a atividade, mas também quando em outras situações, vem a sofrer um acidente, seja em casa, na rua, ou indo para a empresa, todos estarão assegurados.  

Doutor, quando comecei a trabalhar eu já tinha me acidentado, mas com a atividade que comecei exercer na empresa, meu quadro se agravou, tenho algum direito?

Sim, embora a lei não conceda o benefício ao trabalhador que comece em atividade portador de uma doença preexistente, ela também assegura o mesmo trabalhador quando portador dessa doença, venha se agravar pela atividade que exerce na empresa, ou seja, veio a ficar incapacitado de continuar seu trabalho pelo agravamento  da doença que já existia.

Eu posso requerer o auxílio-doença a qualquer tempo?

Depende, em regra o trabalhador deve contribuir 12 meses para começar a ter direito a esse benefício, é o chamado período de carência, porém existem situações que o contribuinte não prevê a incapacidade, e nesses casos, essa carência será afastada e o trabalhador recebera o benefício, mesmo que seja o primeiro mês dele na empresa.

Outros casos, como o trabalhador que já passou pelo período de carência e foi demitido, terá a sua disposição um período de 12 meses onde continuara assegurado, mesmo sem contribuir, é o chamado período de graça.

Ainda, quando o trabalhador perde a condição de segurado, basta que retornado a condição de contribuinte, venha a realizar 6 contribuições.


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria