Trata-se de curso gratuito e franqueado a todos os interessados em um país melhor.

Universidade Federal de São Carlos - UFSCAR
Departamento de Educação - DEd

Curso de Aperfeiçoamento
O QUE É A CF/88?

Inscrição/ficha de inscrição no Google – endereço:
• https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfOkK6ByYrbYsY5R1VDhFx4Y0_i6xRPU20NMu_O_PjJy5IFnA/viewform
• O curso é gratuito.
Duração: 100 horas (68 horas presenciais + 32 à distância, para leituras e confecção de textos de avaliação/publicação).
Tipo de oferta/modalidade: PRESENCIAL.
Periodicidade: vespertino (das 14 hs às 18 hs: intervalo de 20min).
Ocorrência: 2019.1.
Dia da semana: quarta-feira
Período: março a julho de 2019 (primeira semana: aula coletiva ou aula magna).
Público-alvo: comunidade acadêmica, professores e estudantes da rede pública de ensino, profissionais e demais interessados.
Local: dependências da UFSCar.
Organização: Departamento de Educação.
Organizadores: Luiz Roberto Gomes – Vinício Carrilho Martinez – João Virgílio Tagliavini.
Corpo docente (ordem alfabética):
1. Amarilio Ferreira Jr. – Prof. Titular da UFSCar/PPGE/DEd.
2. André Misiuk Farah – Mestrando da UFSCar/PPGCTS.
3. Anna Carolina Santana da Silva – Doutoranda pela UFSCar/PPPGCTS.
4. Eduardo Pinto e Silva – Prof. Dr. Associado III da UFSCar/PPGE/DEd.
5. Luiz Bezerra Neto – Prof. Dr. Associado da UFSCar/PPGE/DEd.
6. Luiz Roberto Gomes – Prof. Dr. Associado da UFSCar/PPGE/DEd.
7. João Virgílio Tagliavini - Prof. Dr. Associado da UFSCar/PPGE/DEd.
8. Joelson Gonçalves de Carvalho – Prof. Dr. Adjunto da UFSCar/PPGPol/DCSo.
9. José Carlos Rothen – Prof. Dr. Associado da UFSCar/PPGE/DEd.
10. José Wamberto Z. Jr. – Advogado, Professor na Universidade Brasil, Doutorando no PPGCAm/UFSCar,
11. Rachel Lopes Queiroz Chacur – Advogada e Doutoranda no PPGCAm/UFSCar.
12. Rodrigo Coxe – Advogado e Doutorando no PPGCTS, da UFSCar.
13. Thiago D. R. Tavares – Advogado, Professor do Centro Paula Souza e Doutorando no PPGCTS/UFSCar.
14. Vanderlei de F. N. Júnior – Advogado e Doutorando no PPGCTS, da UFSCar.
15. Victor Garcia Figueirôa – Advogado e Mestrando na UFSCar/PPGEU.
16. Vinício Carrilho Martinez – Prof. Dr. Associado da UFSCar/PPGCTS/DEd.
17. Vinícius Alves Scherch – Advogado e Mestrando em Ciência Jurídica pela Universidade Estadual do Norte do Paraná – UENP.

Participação discente:
1. Flávia Camila Gomes (Curso de Pedagogia/UFSCar – professora de Educação Básica).
2. Viviane Aparecida Ribeiro de Almeida (UFSCar/PPGE).
3. Taiane Helena Cerminaro (Curso de Pedagogia/UFSCar).
4. Abel José da Silva (Graduado/UFSCar e servidor público estadual).
5. Ana Flávia Gomes (Mestra pela UFSCar/PPGE e Doutoranda em Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente/Uniara).
6. Ana Paula Ricci de Jesus (Curso de Pedagogia).
7. Maria Eduarda de Oliveira (Curso de Pedagogia).
Monitoria:
1. Ana Paula Ricci de Jesus (Curso de Pedagogia/UFSCar).
2. Ana Flávia Gomes (Mestra pela UFSCar/PPGE e Doutoranda em Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente/Uniara).
3. Maria Eduarda de Oliveira (Curso de Pedagogia).

Objetivo Geral: objetivamos difundir, com olhar científico e ético, o conteúdo (e os componentes) da Constituição Federal de 1988.
Objetivos específicos: Apresentar o conteúdo (de modo generalista) que compõe a CF/88; aprofundar alguns aspectos e conceitos que recobrem a Constituição: Carta Política; direitos fundamentais; organização dos poderes; Estado Juiz; direitos individuais, difusos e sociais.
Metodologia: aula expositiva; apresentação técnica e reflexão acerca da normativa constitucional; aula dialogada; pesquisa bibliográfica; leitura e produção de texto.
Justificativa: no período em que comemoramos os 30 anos da CF88, muitas dúvidas ainda cercam seu significado e alcance. Especialmente quanto à delimitação dos poderes constituídos, o significado mais amplo destinado aos direitos fundamentais, as eliminações constitucionais de legislações e de interpretações da própria Constituição que estejam em oposição, contradição e antagonismo ao Espírito da CF88 – notadamente se observarmos que seu escopo é de uma verdadeira Carta Política. A partir de 2013-16, o Brasil enfrenta uma série de mudanças ou transformações políticas e institucionais que, pode-se dizer, mudaram o próprio curso da Constituição Federal de 1988. Desse modo, eventos político-institucionais como o assim denominado “Mensalão”, o impeachment de 2016, os escândalos da Petrobrás, provocaram e foram provocados por intensas alterações/revisões no âmbito da hermenêutica constitucional. Por sua vez, essas alterações constitucionais, muitas vezes limitadas à interpretação constitucional (antes garantista), provocaram um intenso debate público sobre a CF/88; hoje, com prevalência da Teoria Econômica do Direito e de um viés pragmatista. Mas, afinal, depois de tanta exposição na mídia, todos temos um embasamento liminar, mediado, sobre o conteúdo técnico-ético que envolve nosso aparato constitucional desde 1988? É com este objetivo, de divulgar/popularizar O que é a Constituição de 1988, que se propõe este Curso de Aperfeiçoamento, aberto a toda comunidade acadêmica da UFSCar e à rede pública de ensino.
Avaliação: presença e participação no curso, elaboração de peça político-jurídica, individual, sobre o tema gerador: O que é a CF/88?

CALENDÁRIO
(18 semanas)
Março/2019: 06 – 13 – 20 - 27
Abril/2019: 03 – 10 – 17 - 24
Maio/2019: 1º - 08 – 15 – 22 - 29
Junho/2019: 05 – 12 – 19 - 26
Julho/2019: 03

CRONOGRAMA
1ª PARTE
Temática:
1. A ontologia da CF/88: o que é uma Carta Política constitucional? (Vinício/UFSCar/DEd).
2. Composição e instrumentos da CF88: mapa geral (Manoel/IMMES).
3. A constituição do Estado: poder e Estado de Direito (Rothen/UFSCar/DEd).
4. Separação dos três poderes e o “fazer-legislativo” (Amarilio/UFSCar/DEd).
5. Estado Juiz (Wamberto/UFSCar/PPGCAM).
6. O que são direitos fundamentais? (Rodrigo – UFSCar/PPGCTS).
7. Pressupostos éticos dos direitos fundamentais (Luiz Roberto/UFSCar/DEd).
8. Liberdades e garantias fundamentais do art. 5º e das cláusulas pétreas (Vanderlei/UFSCar/PPGCTS).
9. Os direitos sociais fundamentais (Thiago/UFSCar/PPGCTS).
10. Garantias constitucionais ao Direito do Trabalho (Eduardo/UFSCar/DEd).
11. A reforma agrária na CF/88 (Joelson/UFSCar/DCSo; Bezerra/UFSCar/DEd).
12. A agricultura familiar na CF/88 (Ana Carolina/UFSCar/PPGCTS).
13. O Estado Cientificista na CF/88 (André/UFSCar/PPGCTS).
14. O capítulo inaugural da Educação na CF/88 (João Virgílio/UFSCar/DEd).
15. A defesa e a segurança constitucional do Estado Ambiental (Rachel/UFSCar/PPGCAM).
16. O direito à cidade (Victor/UFSCar/PPGEU).
17. Mutação e transmutação constitucional (Vinício/UFSCar/DEd; Vinícius/UENP/PR).

2ª PARTE
Avaliação: leituras específicas, complementares e entrega dos trabalhos.
• Organização de encontros para entrega dos textos produzidos pelos envolvidos, internamente, como critério de avaliação e, externamente, buscando-se publicação nos vários veículos de comunicação jornalísticos, impressa ou digital.
• Organização e arquivamento dos textos publicados, como aferição final do processo de ensino e aprendizagem e avaliação (trabalho remoto – monitoria).
• Organização interna para arquivamento dos principais trabalhos e das aulas ministradas em meios digitais, visando ampliação/massificação dos trabalhos desenvolvidos.  
• Os docentes envolvidos também serão convidados a produzirem resumos expandidos ou artigos completos sobre os temas apresentados, sempre objetivando a máxima expansão dos conteúdos ofertados.

Bibliografia Básica:
BOBBIO, Norberto. A era dos direitos. Rio de Janeiro : Campus, 1992.
MEDINA, José Miguel Garcia. Constituição Federal Comentada. 3ª Edição. São Paulo : Editora Revista dos Tribunais, 2014.
SILVA, José Afonso. Curso de Direito Constitucional positivo. 22ª ed. Malheiros Editores Ltda : São Paulo, 2003.

Bibliografia Complementar:
ARENDT, Hannah. A condição humana. Rio de Janeiro : Forense Universitária, 1991.
BENEVIDES, Maria Victoria de Mesquita. A Cidadania Ativa: Referendo, Plebiscito e Iniciativa Popular. São Paulo : Ática, 1991.
BOBBIO, Norberto. A teoria das formas de governo. 4ª edição. Brasília-DF : Editora da Universidade de Brasília, 1985.
_____ O futuro da democracia: uma defesa das regras do jogo. Rio de janeiro : Paz e Terra, 1986.
BONAVIDES, Paulo. Do país constitucional ao país neocolonial: a derrubada da Constituição e a recolonização pelo golpe de Estado institucional. 4ª ed. São Paulo : Malheiros, 2009.
CANOTILHO, José Joaquim Gomes. Estado de Direito. Lisboa : Edição Gradiva, 1999.
MARTINEZ, Vinício Carrilho. Teoria Geral do Estado de Direito de Exceção: Ditadura Inconstitucional. Pesquisa de Pós-Doutorado em Ciências Políticas. UNESP/Marília, SP: [s.n.], 2017.
MORA, J. Ferrater. Dicionário de Filosofia. Tomo III. São Paulo : Loyola, 2001.
NETO, Diego de Figueiredo Moreira. Juridicidade, Pluralidade normativa, Democracia e Controle Social: reflexões sobre alguns rumos do Direito Público neste século. IN : ÁVILA, Humberto (org.). Fundamentos do Estado de Direito. São Paulo : Malheiros, 2005.
PANEBIANCO, A. IN: BOBBIO et al. Dicionário de política. (5ª ed.). Brasília-DF : Editora da Universidade de Brasília, 1993.
SUNDFELD, Carlos Ari. Fundamentos de Direito Público. 4ª ed, 5ª tiragem. Malheiros Editores : São Paulo, 2004.
TAVARES, André Ramos. Curso de Direito Constitucional. 5ª Edição. São Paulo : Saraiva, 2007.
VERDÚ, Pablo Lucas. A luta pelo Estado de Direito. Rio de Janeiro : Forense, 2007.


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelo autor. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Livraria