TUTELA DE URGÊNCIA - INCAPACIDADE TOTAL E PERMANENTE - PANDEMIA DO CORONAVÍRUS (COVID-19)

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(A) FEDERAL DA___ VARA DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DA _____

TUTELA DE URGÊNCIA - INCAPACIDADE TOTAL E PERMANENTE - PANDEMIA DO CORONAVÍRUS (COVID-19)

Processo n. XXXXXXXXXXXXXXX

XXXXXXXXXXXXX, já devidamente qualificado nos autos do processo em epígrafe, nos autos da AÇÃO DE CONCESSÃO DE AUXILIO DOENÇA EM APOSENTADORIA POR INVALIDEZ C/C PEDIDO DE ACRÉSCIMO DE 25% (ART. 45, DA LEI N. 8.213/91), por seus advogados que esta subscrevem, instrumento de Mandato incluso (doc. 1), vem respeitosamente à presença de Vossa Excelência requerer:

  1. A CONCESSÃO DA TUTELA DE URGÊNCIA, tendo em vista o parece favorável da perícia médica judicial quanto ao pedido de CONCESSÃO de auxilio doença e sua conversão em aposentadoria por invalidez conforme laudo médico pericial, QUE CONSTA A SUA INCAPACIDADE TOTAL E PERMANTE, com a INICIO DA INCAPACIDADE EM XXXXXXXXXX

  1. CONCESSÃO DO ACRESCIMO DE 25% DECORRENTE DA NECESSIDADE PERMANTE DE OUTRA PESSOA com o seu respectivo retroativo desde XXXXXXXXXX conforme laudo pericial judicial que confirma que a parte a parte Autora necessitava de assistência diária de outra pessoa. Conforme Item: l) Sendo positiva a existência de incapacidade total e permanente, o(a) periciado(a) necessita de assistência permanente de outra pessoa para as atividades diárias? A partir de quando? SIM, XXXXX

Além do mais, tendo em vista a grande repercussão e o grande abalo social/econômico sofrido no país por conta da pandemia do coronavírus (covid-19), requer que o prazo concedido para a possibilidade de acordo por parte da Autarquia Ré seja no máximo de 05 (cinco) dias. E caso positiva, que sua implementação ocorra no mesmo prazo.

Requer desse modo a concessão da tutela de urgência para a concessão da APOSENTADORIA POR INVALIDEZ e seu devido ACRÉSCIMO DE 25% por ser de direito e inteira JUSTIÇA.

Nestes termos,

Pede Deferimento.

LOCAL, XXXX de XXXX de XXXXX

ADVOGADO XXXXXXXX

OAB/N. XXXXXXXXXX


Autor


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pela autora. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0