A presente ação foi elaborada com o intuito de oficializar uma penhora em um processo de inventário, pois consoante há pesquisas realizadas, o executado não possui bens para satisfazer a dívida, no entanto é herdeiro de uma quota parte de herança.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 1º VARA CÍVEL DA COMARCA DE CIDADE – UF

REFERENTE A EXECUÇÃO DE TÍTULO EXTRAJUDICIAL DE Nº. 000000000

FULANO DE TAL, já qualificado nos autos da ação, vem respeitosamente a presença de vossa excelência, por intermédio de seu procurador in fine assinado, expor e requerer o que segue;

O exequente tomou conhecimento de uma ação de inventário (Processo Nº. 00000000000), em tramitação na 1º vara cível da comarca de cidade – UF, conforme cópia parcial dos autos em anexo.

Tendo em vista que as pesquisas realizadas quanto aos bens do executado restaram infrutíferas, não restam dúvidas a viabilidade da propositura de PENHORA NO ROSTO DOS AUTOS DE INVENTÁRIO, do valor que vier a ser recebido pelo executado, ”Com efeito, a denominada penhora no rosto dos autos é modalidade de penhora de crédito, prevista no artigo 860 do Código de Processo Civil, que tem a seguinte redação: “Quando o direito estiver sendo pleiteado em juízo, a penhora que recair sobre ele será averbada, com destaque, nos autos pertinentes ao direito e na ação correspondente à penhora, a fim de que esta seja efetivada nos bens que forem adjudicados ou que vierem a caber ao executado”.

Por todo exposto o exequente requer deferimento dos seguintes pedidos:

  1. Que seja deferido o pedido de penhora dos bens a serem recebidos pelo requerido, para satisfazer o crédito que ensejou a execução de título extrajudicial.

  1. Que seja expedido o competente mandado de penhora no valor de R$ ..... , conforme valor atualizado da dívida, (doc. Anexo), e a conseqüente averbação NO ROSTO DOS AUTOS do processo de inventário Nº 00000000000, bem como dar ciência ao executado;

  1. Determinar a inscrição do nome do executado no cadastro de inadimplentes, na forma do atigo 782, § 3º do código de processo civil.

Termos em que pede e aguarda deferimento.

Cidade-UF, 29 de setembro de 2020.

Nome do advogado                                               

OAB/UF 000.000                                          


Autores


Informações sobre o texto

Este texto foi publicado diretamente pelos autores. Sua divulgação não depende de prévia aprovação pelo conselho editorial do site. Quando selecionados, os textos são divulgados na Revista Jus Navigandi.

Comentários

0

Autorizo divulgar minha mensagem juntamente com meus dados de identificação.
A divulgação será por tempo indeterminado, mas eu poderei solicitar a remoção no futuro.
Concordo com a Política de Privacidade e a Política de Direitos e Responsabilidades do Jus.

Regras de uso