Olá!

Estou com um problemão....Minha filha tem 28 anos foi diagnosticada com esquizofrenia paranoide.Sempre teve instabilidade nos trabalhos e seu ultimo emprego com registro foi de 2 meses no final do ano passado,onde ela pediu demissão por um surto da doença... Gostaria de saber se ela tem o direito de aposentadoria por invalidez. Obs.o ano passado (2008),ela trabalhou com registro de agosto a outubro somente,e num surto pediu demissão pois acreditava que estava sendo perseguida. Agradeço desde já! Esqueci de mensionar,ela tem um filho de 8 anos que depende somente dela.

Respostas

14

  • 0
    W

    Walter Rodrigues Filho Quarta, 04 de fevereiro de 2009, 20h38min

    Bruna

    V precisa tomar as redeas desta problemática. Precisa de muita diplomacia e presença de espirito. Sua filha precisa reconhecer em V a única tabua de salvação.

    Para ter direito a Beneficio do INSS por CID 10 - F20.0 esta é a codificação da esquisofrenia paranoide (ilusões auditivas + manias de perseguição) sua filha precisará:

    1 - Ter qualidade de segurado quando da entrada do requerimento. Se ela tiver periodos espaçados sem contribuiições precisa estudar a possibilidade de ter perdido a qualidade de segurada e como contribuir para salvaguardar a qualidade de segurada.

    2 - Ao tempo da Data de Inicio da Doença e da Incapacitação ter satisfeito o periodo de carencia com bem mais de 12 contribuições mensais consecutivas.
    Seja como empregada recentemente registrada e por largo periodo (melhor) ou como contribuinte autonomo ou avulso se tiver como provar formação própria para atividade independente.

    3 - Precisará de um ou mais Laudos de médicos psiquiatras especialistas atestando a data de inicio da doença, a evolução para estado cronico, a caracteristica
    incapacitante para trabalho estudo etc, o prognóstico e a medicação ante
    psicótica adotada ao longo do acometimento.

    4 - Se ficar patente que a doença teve inicio antes dela filiar-se ao RGPS ela muito provalvemente não conseguirá nada. A menos que prove que a doença era latente tanto que permitia a sua filha ocupações profissionais, de estudos e de cuidados com a casa, filhos etc e que a doença se agravou com sua filha já filiada ao RGPS e com o periodo de carencia superado e preferencialmente de longe.

    5 - Evite partir desde logo para pedido de aposentadoria por Invalidez. Já iria demonstrar que se sabe do histórico e da Incapacitação definitiva. Ademais ela precisaria se Interditada o que é um passo muito sério que a familia via de regra reluta em dar. O mais aconselhavel é pleitear pelo Auxilio Doença e somente depois de demonstrado a perseverança, a irreversibilidade e agravamento da doença requerer pela Ap por Inv.

    boa sorte

  • 0
    G

    Gustavo iniciante Quarta, 04 de fevereiro de 2009, 21h19min

    Dr. Walter,

    Aproveitando a discussão e considerando que V.Sª demonstra profundo conhecimento sobre o tema, pergunto se a pessoa aposentada por invalidez em decorrência da esquisofrenia tem direito ao adicional de 25%.

    Em caso positivo, deve-se requerer administrativamente ou pode-se ir direto ao Judiciário? Em qualquer dos casos pode-se pedir retroatividade à data da concessão do benefício?

    Grato

  • 0
    W

    Walter Rodrigues Filho Quarta, 04 de fevereiro de 2009, 22h53min

    Ricardo

    Não importa se o cidadão a que se refere é seu amigo ou parente etc.
    O adicional de 25% é concedido em casos onde fique muito bem comprovado
    a real necessidade de acompanhamento por largo periodo do dia de pessoa
    profissional relativamente especializada.
    Donde se conclui que não cabe o adicional para cobertura de despesa com uma empregada doméstica. Pode-se tentar. Nada impede. E vai que de repente cola...

    Sempre bom começar segotando a via administrativa.
    Mesmo porque a data do requerimento administrativo é o marco inicial para concessões outorgadas pelo poder judiciario

    Retroativo ?
    Afora o acima exposto? Nunca ouvi falar.

  • 0
    A

    Alida Sábado, 20 de fevereiro de 2010, 23h28min

    Um pessoa ainda jovem(entre 17 a 20), diagnostificada com esquizofrenia, mas que ainda nunca trabalhou, pode pedir algum tipo de aposentadoria?

  • 0
    W

    Walter Rodrigues Filho Domingo, 21 de fevereiro de 2010, 5h55min

    Não.
    Mas é bom documentar a caracterização da incapacitação quando ainda menor
    pois poderá ter direito à pensão de ascendente

  • 0
    E

    Edilzete Cordeiro Quinta, 21 de fevereiro de 2013, 16h33min

    Hoje fui no psiquiatra ele diagnosticou que estou com F20.0 F31.9,isto e grave ?

  • 0
    E

    Edilzete Cordeiro Quinta, 21 de fevereiro de 2013, 17h02min

    Ele me deu 6 meses para reagir a medicaçao.Vou passar na pericia dia 26,se por acaso eu nao reagir ele pode me aposentar?

  • 0
    S

    Soldado Ferido Terça, 02 de dezembro de 2014, 4h29min

    Ola Amigos eu Estou a 5 anos Afastado da empresa devido ter Desencadeado uma doença crônica degenerativa Esquizofenia paranoide tenho aproximadamente 18 Laudos por medicos diferentes comprovando o mesmo CID 10 f 20 agora eu passei pela pericia e recebi a Posentadoria por invalidez preciso de Ajuda na empresa que eu trabalhava era em um Supermercado Muito Grande no Setor de Acouguer sair de Lar Surtado Fui para um Hospital e não tive mais como volta ao trabalho não Aguento mais barulhos ha momentos que eu nem mesmo sei quem sou eu ja trabalhei em outras empresas poucos tempos devido não mim sentir bem pedia para Sair nunca conseguir Concluir os estudos agora eu preciso saber como e mesmo que uma esquizofrenico tem condições de volta ao trabalho estou perdido no tempo por favor mim ajude quem pode

    Aguardo Informações

  • 0
    Adolfo Jose

    Adolfo Jose Quarta, 03 de dezembro de 2014, 17h07min

    Soldado Ferido, eu tenho esquizofrenia e estou afastado do INSS a 1 ano... foi dífícil você se aposentar ? vc consegue interagir com outras pessoas ? eu tenho perseguição acho q meu ex chefe me persegue ate hoje.

  • 0
    S

    Soldado Ferido Domingo, 04 de janeiro de 2015, 5h07min

    Olha Erica Lemos eu ate tinha vontade como relatei porem eu não tenho mais força queria ser alguem normal Porque a sua pergunta ??

  • 0
    roberto vieira martins

    roberto vieira martins Segunda, 09 de fevereiro de 2015, 11h05min

    EU FUI APOSENTADO POR INVALIDEZ TOTAL E PERMANENTE POR DEPRESSÃO PSICOTICA RECORRENTE CID F33.3 PELA JUSTIÇA FEDERAL. QUALQUER ASSUNTO A O RESPEITO DESTE TIPO DE APOSENTADORIA MEU EMAIL É rovemartins@hotmail.com.

  • 0
    Vivian Olivia

    Vivian Olivia Domingo, 07 de junho de 2015, 20h26min

    Fomos todos afetados e estamos todos na família sofrendo com a condição de meu filho
    não existe mais conforto, Paz, estabilidade ou qualquer tranquildade no meu Lar
    minha vida desmoronou e quem também terminou doente em uma cama, sou eu!
    http://www.novelasdavidareal.comunidades.net/ podem acessar o site e ver pelo tudo que estamos passando. É triste, é uma condição perigosa, eles tentam se matar, fazem coisas estranhas... só Deus para salvar meu filho e um dia limpar minha mente de tudo que ja viví até agora

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região