COMO TIRAR UM ADVOGADO DO PROCESSO.

APARECEU NO ESCRITÓRIO ONDE FAÇO ESTÁGIO UMA CLIENTE QUE EM 2006 CONTRATOU UMA EXPERIENTE ADVOGADA PARA AÇÃO DE SEPARAÇÃO, EM 2007 UMA DE SUAS ESTAGIÁRIAS TIROU OAB E EXIGIU ALGUNS PROCESSOS DA ADVOGADA PARA MONTAR SEU PRÓPRIO ESCRITÓRIO. INFELIZMENMTE O PROCESSO FOI PARA ESSA ADVOGADA ATRAVÉS DE UM SUBSTABELECIMENTO DADO PELA QUE FOI CONTRATADA. ESTA NOVA ADVOGADA, COMPLETAMENTE INEXPERIENTE, NÃO DÁ A DEVIDA ATENÇÃO AO PROCESSO, FAZENDO PETIÇÕES QUE ATÉ EU QUE NÃO SOU ADVOGADA AINDA FARIA MELHOR. O DESCASO É TANTO, QUE HÁ UM ANO ELA PEDIU ATUALIZAÇÃO DO ENDEREÇO, O QUE NÃO FOI FEITO, RAZÃO QUE NÃO RECEBEU O COMUNICADO DA AUDIENCIA DE CONCILIAÇÃO. FOI AVISADA PELA MESMA NA VÉSPERA DA AUDIÊNCIA, E TEVE QUE VIAJAR MAIS DE 500KM PARA CHEGAR NA AUDIENCIA. GOSTARIA MUITO DE ORIENTAÇÃO DE COMO REVOGAR OS PODERES DELA NESTA AÇÃO E CONSTITUIR NOVO ADVOGADO. FOI FEITO UM CONTRATO DE HONORÁRIOS COM A PRIMEIRA ADVOGADA ONDE PAGARIA 30% DO VALOR GANHO. ESTA CLIENTE NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR A CONSULTA DOS ADVOGADOS DO ESCRITÓRIO QUE TRABALHO PARA TER ORIENTAÇÃO, E EU FIQUEI COM PENA DELA E QUERIA AJUDÁ-LA.

Respostas

11

  • Cristina Siliprandi Giordani

    Cristina Siliprandi Giordani

    Sra. Eliane

    É só juntar ao processo uma petição sua revogando todos os poderes de sua advogada e, no mesmo ato, constituindo novo procurador.

    Atenciosamente,

    Cristina Siliprandi Giordani
    www.giordaniadvogados.blogspot.com
    giordaniadvogados@yahoo.com.br

  • Ollizes / Advogado

    Ollizes / Advogado

    Eliane.

    O procedimento é esse que a colega colocou acima, voce vai ter que costituir um novo advogado (a) para elaborar a petição destituindo a advogada.

    Os honorarios contratados são devidos a advogada anterior, independente da nova constituição de advogado.

    Boa sorte.

    ollizes@adv.oabsp.org.br

  • ELSON

    ELSON

    muito obrigada, srs doutores, mas tenho uma dúvida:
    terá que pagar os honorários da advogada no momento da revogação da procuração dela? e como fica o valor desse pagamento, sendo que era baseado em percentual de acordo com valor de 30% do que ganhasse na ação? mesmo porque até o momento não ganhou nada, e nem sei se vai ganhar.

  • Laudo José Carvalho de Oliveira

    Laudo José Carvalho de Oliveira

    Sra. Eliane, no que pertine ao pagamento/recebimento dos honorários advocatícios, na situação acima exposta, tenho a esclarecer-lhe que o estabelecimento de percentual sobre bens, a título de remuneração pelos serviços advocatícios, é lícito e não contraria a legislação que disciplina a advocacia. Uma vez interrompida a prestação dos serviços, por exemplo, através da revogação do mandato, é aplicável a redução da verba honorária, mediante menor incidência de percentual sobre os bens partilhados na separação. Destarte, mesmo que a causídica que V. Sa. contratou esteja atuando apenas pela verba de sucumbência (contrato de risco), é lícito à advogada que tem seu mandato revogado antes do término da lide ajuizar ação de arbitramento, contra V. Sa., para receber honorários proporcionalmente à sua atuação.

    Espero ter contribuído.

  • ELSON

    ELSON

    Agradeço mesmo as opiniões, foram de grande valia. mas acho que em tudo isso, tem uma coisa a favor dela: a advogada contratada , passou substalecimento sem reserva a outra advogada, sem ao menos comunicar, ou seja, saiu definitivamente do processo. Ela não teria que ter comunicado a cliente?

  • GOMES FERNANDES

    GOMES FERNANDES Suspenso

    Creio que esta advogada infringiu o artigo 24 do código de ética dos advogados. Seria bom se um colega advogado desse maiores informações, não sei se há penalidade para esta conduta.

  • Lika Navarro

    Lika Navarro

    Minha sogra contratou um adv para defender meu marido, porém não estamos concordando com a inércia dele, e gostariamos de constituir um adv da AOB (gratuito) por nao termos condições financeiras.

    Como proceder?

  • Marlon Bruno/Estud.

    Marlon Bruno/Estud.

    Lika;

    o indicado pela ética da OAB é que esse advogado, que voces nao estao concordando, ao pedido de voces, dê uma procuracao ao outro advogado com sub-estabelecimento "sem reservas". Seria o mesmo que renunciar ao processo e permitir outro assumir o mesmo. Contudo voce tambem podera constituir outro advogado que, atraves da procuracao que voces irao outorgar a ele, ira "cassar" a procuracao do outro advogado. Lembrando que se voces têm contrato de honorarios com o advogado que nao estao gostando, terao que negociar tais honorarios com ele iindependente de constituir novo advogado.

  • Cristina SP Original - No FAKE

    Cristina SP Original - No FAKE

    Respostas embasadas apenas na descrição da consulente.

    Instruções temerárias, posto que em vários escritórios, quando há a contratação de causídico, no próprio contrato reza a concordância expressa de substabelecimento.

    Em que pese o caso em questão, somente analisando documentos probatórios, há de se falar em deserção.

    O que não acredito, pelos argumentos apresentados.

    Necessário análise mais profunda do caso e não apenas uma "consulta virtual".

  • Lika Navarro

    Lika Navarro

    Cristina e Marlon, boa tarde!

    O que ocorre é que desconheço haver contrato de prestação de serviços, meu marido apenas assinou documentos (penso ser procuração). Até o momento desde 08/10 já pagamos mais de 6 mil a ele entre isso: 2.500 Habeas Corpus + 3.000 defesa do processo administrativo e 1 pedido de revogação de prisão temporária e 1 pedido de relaxamento de prisão. Tudo negado. O que tá insatisfatório é ele dizer que não tem duvidas que meu marido será condenado, não entrar com novo pedido para responder em liberdade uma vez que surgiu fato novo favorável e afirmar que por estratégia não vai cumprir o prazo de 10 dias para defesa prévia, afim de sair o julgamento do H.C. Alem de dizer ao promotor que o acusa que teme que eu como esposa, desesperada, pense em fugir com meu marido caso ele receba o direito de responder em liberdade e posteriormente seja condenado, devendo novamente ser preso. Não sou leiga, nem burra, penso que estas não são atitudes satisfatórias a quem está recebendo sem pechinchas por tudo o que faz e o quanto pede. Achei muito absurdo!