Gostaria de saber o que significa a expressão: CARGA: RETIRADOS INSS - INSS - INTERESSADO:INSS O processo já foi julgado desde outubro do ano passado. Foi concedida aposentadoria, no entanto, meu pai nunca recebeu nada do INSS e agora está está mensagem no processo dele. Alguém saberia me explicar? Ah, e tb gostaria de saber o que quer dizer: "Recurso parcialmente provido". Obrigada

Respostas

15

  • 0
    E

    eldo luis andrade Quarta, 15 de abril de 2009, 0h03min

    Quer dizer que alguém do INSS retirou o processo do juizado para análise e posterior devolução.
    Quanto a recurso parcialmente provido quer dizer que o INSS apresentou recurso da decisão do juiz e conseguiu modificar alguma coisa dela. Não tudo. Algo ainda favorece seu pai. Mas não como o juiz decidiu.

  • 0
    D

    Dulci lima Terça, 22 de junho de 2010, 8h04min

    Eu tenho um processo na justiça federal contra o inss,a mensagem esta: ag.solicita honorários, dede 04/06 eu gostaria de saber o que significa?

  • 0
    A

    antonio cezar pereira de andrade Terça, 22 de junho de 2010, 10h37min

    Dr. Eldo um colega meu teve a seguinte decisão na Justiça Federal;

    Assim, Observo que em 17/09/2008, data do requerimento admini9strativo (fls.69), a parte autora contava com 13 anos e 12 dias de tempo de serviço/contribuição,insuficiente para concessão de aposentadoria especial com 20 anos de contribuição.

    O juiz não disse no processo para averbar este tempo para futura aposentadoria, ele terá que pedir a seu advogado para solicitar essa averbação antes do transito em julgado? ou com esta decisão o INSS averbará automaticamente este tempo? desde ja agradeço.

  • 0
    R

    rubiy Terça, 22 de junho de 2010, 17h14min

    oi ,gostaria de saber se tenho direito a pensão do nss,pois mantive uma relãçao estavel durante varios anos e tive filhos com essa pessoa ,e infelizmente ele ainda era casado,e as duas sabiam.fiquei sem nada
    o q faço para conseguir...

  • 0
    N

    nete rodrigues Terça, 22 de junho de 2010, 19h21min

    se vc tiver provas que vivia com ele maritalmente o inss divide a pensão entre esposa e vc, e seus filhos com ele são menores, tem o nome do pai, se tiver a pensão será dividida com eles tb, vc tem que ir no inss e se informar dos documentos que eles exigem pra isso.
    não sou advogada
    boa sorte

  • 0
    R

    rubiy Quarta, 23 de junho de 2010, 20h25min

    gostaria de saber se um advogado pode retirar o processo do foran e ficar mais de ano para analisar.

  • 0
    E

    eldo luis andrade Quinta, 24 de junho de 2010, 9h36min

    antonio cezar pereira de andrade
    22/06/2010 10:37

    Dr. Eldo um colega meu teve a seguinte decisão na Justiça Federal;

    Assim, Observo que em 17/09/2008, data do requerimento admini9strativo (fls.69), a parte autora contava com 13 anos e 12 dias de tempo de serviço/contribuição,insuficiente para concessão de aposentadoria especial com 20 anos de contribuição.

    O juiz não disse no processo para averbar este tempo para futura aposentadoria, ele terá que pedir a seu advogado para solicitar essa averbação antes do transito em julgado?
    Resp: Não pode mais ser inovado o pedido não feito na inicial da ação.
    ou com esta decisão o INSS averbará automaticamente este tempo?
    Resp: Não. Pelo fato de fundamentação de decisão judicial não fazer coisa julgada conforme preceitua o Código de Processo Civil. Ele deveria ter pedido na inicial que caso não fosse deferido o pedido de benefício o tempo fosse reconhecido como especial para benefício futuro quando completos os demais requisitos. Agora em outra ação o decidido no processo só servirá como prova emprestada. A ser livremente apreciada com outras provas quer pelo INSS quer pela Justiça. Sem vincular a nenhum destes necessariamente.
    desde ja agradeço.

  • 0
    A

    antonio cezar pereira de andrade Quinta, 24 de junho de 2010, 13h49min

    Dr. Eldo e Dr João Obrigado Pela resposta e ainda gostaria de sua ajuda em mais uma duvida; Um colega deu entrada em um pedido de aposentadoria especial no INSS e foi negado, apos ingressou na justiça(JEF) e foi concedido aposentadoria por tempo de contribuição deferindo antecipação de tutela.(so que ele não aceitou a aposentadoria comum). A pergunta é o seguinte:

    Este segurado poderá dar entrada em novo pedido de aposentadoria especial junta ao INSS pois so agora após 2 anos; é que ele descobriu, que so não aposentou na especial porque ele não juntou o PPP de 1991 à 1994 e o Advogado tambem passou batido?
    Ou ele terá que desistir do processo em andamento pois foi deferida a antecipação de tutela?
    O Advogado dele poderá juntar o novo PPP antes de ir para segunda instancia ou passou da Hora de juntar documentos?
    Tem como ele fazer um acordo com advogado para ele desistir do processo em andamento no caso de não poder mais juntar o PPP não juntado anteriormente?
    Qual o melhor caminho a seguir?

  • 0
    R

    rubiy Sábado, 26 de junho de 2010, 10h45min

    oi ,estou a procura de resposta ,estou em processo longo pois não sei quais meus direitos .
    meu companheiro com quem vivi muitos anos e tivemos filhos.
    e q ainda estava casado.
    faleceu.
    minha duvida é porque só meus filhos tem direito e eu tambem sou um ser humano..
    ou sejá os filhos e a esposa recebe para se manter e eu como fico.
    não existo .
    tenho minhas necessidades ...

  • 0
    C

    cleiceferreira Sexta, 30 de março de 2012, 10h52min

    Referente a essa mesma situação de após o inss entrar com um recurso, e a turma recursal definir que foi providos em parte, o inss ainda pode recorrer desta descisão?
    Gostaria que pudesse me esclarecer a real situação do processo:

    30/03/2012 10:02:05 5190 carga: retirados inss interessado:inss
    29/03/2012 10:56:56 5570 intimacao/notificacao/vista ordenada: inss
    29/03/2012 10:56:53 5670 prazo: certificado transcurso in albis
    26/03/2012 10:22:52 5660 peticao/oficio/documento: recebida(o) em secretaria
    26/03/2012 10:22:48 5150 autos recebidos: em secretaria
    27/02/2012 14:40:59 5190 carga: retirados advogado autor advg:ba00025270 barbara costa dos santos telefone:71-33216199/91904619 data devolução:07/03/2012
    09/01/2012 10:32:49 5570 intimacao/notificacao/vista ordenada: autor (outros)
    13/12/2011 14:35:47 5410 devolvidos com julgamento da turma com exame do merito: recursos providos em parte

  • 0
    E

    eldo luis andrade Sábado, 31 de março de 2012, 16h59min

    Em 30/03/2012 o INSS retirou os autos do processo. Após intimado da decisão do recurso julgado pela Turma em 29/03/2012.
    O procurador (advogado) do INSS deve estudar o processo e avaliar se cabe mover recurso de uniformização de jurispudencia na interpretação de lei federal na Turma Regional de Uniformização ou na Turma Nacional de Uniformização. Ou mesmo recurso extraordinário no STF. Passado o prazo para interpor os recursos in albis (em branco ou sem apresentar recurso) haverá o transito em julgado e após a execução do julgado.

  • 0
    C

    cleiceferreira Terça, 10 de abril de 2012, 16h02min

    Obrigada pela resposta Dr Eldo, só mais uma duvida e qual seria o prazo que o inss teria a partir desta data 30/03/2012 para que não haja mais um novo recurso e para que se tenha essa execução do julgado? Grata

  • 0
    Marcia Regina Fabian

    Marcia Regina Fabian Terça, 25 de novembro de 2014, 15h48min

    12/11/2014 Entrega em carga/vista
    RETIRADOS PELO INSS
    24/10/2014 Publicado em
    Disponibilizado em 23/10/2014 Tipo de publicação: Intimação de Acórdão Número do Diário Eletrônico: 1761
    08/10/2014 Publicado em
    Disponibilizado em 07/10/2014 Tipo de publicação: Julgados Número do Diário Eletrônico: 1749
    01/10/2014 Acórdão registrado
    Acórdão registrado sob nº 20140000614720, com 19 folhas.
    30/09/2014 Acordão Finalizado
    PERGUNTA: A PARTIR DA DATA QUE O INSS RETIROU O PROCESSO,QUANTO TEMPO ELE TEM PR RECORRER E PR DEVOLVER O PROCESSO NO FORUM Q RETIROU?,ANTECIPADAMENTE OBRIGADO DR.

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região