Ir direto ao conteúdo

Redes Sociais do Jus Navigandi

  1. Carlos
    03/08/2009 09:59 | editado

    Foi feito um financiamento de um carro no valor de R$ 25.000,00.
    Porém, foram pagos R$ 15.000,00 e como não foi possível continuar com as parcelas, o carro foi devolvido, com termo de entrega amigável, em dezembro de 2007.
    Ocorre que, a financeira não entrou mais em contato, não disse o valor que foi vendido, ou seja, não prestou nenhuma informação até a presente data.
    Tentando fazer um empréstimo bancário, verificou-se pela consulta ao CPF que constava uma dívida de R$ 9.000,00. O que fazer?
    Já compareceu a empresa que financiou e ela disse que só com o advogado pra resolver. E novamente se negaram a prestar informações.

    Obrigado
  2. Carlos
    06/08/2009 22:26

    alguém poderia ajudar??
  3. Carlos
    08/08/2009 18:54

    Alguem pra ajudar?

    A dúvida é a seguinte: gostaria de saber qual ação entrar contra a financeira, que disse quando o veículo foi entregue que estava tudo certo, e ele não ia precisar pagar mais nada e depois de 1 ano e meio colocou o nome do spc sem aviso nem nada. Nem sequer entrou em contato com o cliente pra dizer que o veículo foi leiloado por certo valor, ou sequer provou o débito.


    Obrigado
  4. Francisco_2178390329
    08/08/2009 20:18 | editado

    Usuário suspenso

    Carlos voçe tem que ingressar com uma ação na justiça para que o valor que lhe cobrer seja extinto.

    [...]
  5. Carlos
    09/08/2009 10:43

    Certo, qual seria a ação cabível?

    Obrigado Amigo
  6. Francisco_2178390329
    11/08/2009 12:13 | editado

    Usuário suspenso

    A nomemclatura da ação cabível não importa, importa sim os fundamentos utilizados para o êxito da mesma.
  7. Carlos
    11/08/2009 13:16

    queria pedir a exibição dos documentos da venda do veículo em lelião e o suposto débito, seria essa ação?
    obrigado
  8. Francisco_2178390329
    11/08/2009 22:08

    Usuário suspenso

    Procure um advogado pois este saberá a ação cabível.
  9. Consultora
    11/08/2009 22:14

    Oi Francisco Carlos,
    Sou advogada em SC.

    Tenho uma dúvida, é possível vc me passar seu e-mail?

    obrigada.
  10. Consultora
    11/08/2009 22:15

    Franciso,
    é possível vc me fornecer seu e-mail?

    Obirgada.
  11. Francisco_2178390329
    12/08/2009 20:47

    Usuário suspenso

    franciscorodriguesadv@gmail.com

    Se bloquearem procure na parte de especialista no RJ, com meu nome.
  12. Consultora
    12/08/2009 21:34

    Obrigada Doutor.
    Entrarei em contato.
  13. Andre Marcos Lucio
    06/02/2010 12:48 | editado

    Olá Carlos,

    o seu caso é muito fácil de ser resolvido, basta seguir minhas orientações:
    Realmente meste caso o banco não esta errado, esta agindo exatamente dentro da lei, acontece que vc caiu na armadilha do banco lá atrás, quando fez a entrega amigável, pois deveria fazer constar que esta seria pela quitação do contrato, e acabou ficando pelo saldo remanescente e sobrou pra voce.
    A sua única saída é contratar um adv especialisat no assunto e entrar com uma ação contra o banco, mas atenção não vá sózinho no pequenas causas sem adv pois seu processo deverá ser muito bem elaborado e fazer constar talvez indenização, vai depender de analisar o fato e fechar acordo nos autos mediante a quitação da dívida.
    [...]

    Abraço e boa sorte.
  14. Welder Fernandez
    19/06/2010 08:59

    Olá gostaria de uma ajuda estou com um veiculo renault que nao estou dando conta de pagar juros autos demais ja estou com 3 parcelas atrasadas e so paquei 3 se a finaciadora vim buscar meu carro eu entrego amigavelmente?e como vou saber se a divida sumiu.
  15. Welder Fernandez
    19/06/2010 09:08

    O que devo fazer pra saber se quando eles vim buscar o veiculo se a divida realmente vai sair do meu nome????????
  16. Francisco_2178390329
    26/11/2010 16:49

    Usuário suspenso

    Dúvidas sobre o seu financiamento?

    www.entregaamigavel.com.br

Participe do Fórum

Entre com seu cadastro do Jus Navigandi:

Esqueceu sua senha?

Não tem Facebook e quer participar do Fórum?

Faça perguntas, responda dúvidas e discuta assuntos jurídicos. É fácil e grátis!

JUS NAVIGANDI NAS REDES SOCIAIS