Boa tarde.

Tenho uma conta corrente em uma agência da CEF e esta conta está com o limite estourado e com parcelas atrasadas do construcard.

Em outra agência da CEF tenho uma conta poupança onde normalmente deposito meu salário. Segue que ontem (9/06/10) efetuei o depósito de um cheque de pagamento do meu salário e após tentar retirar o dinheiro fui avisado que o cartão estava bloqueado.

Fui ao gerente e achei que era senha e ele me avisou que a conta tinha sido bloqueado devido ao débito na outra agência.

O pior é que o dinheiro é para pgto de despesas e não tenho outro jeito de pagar.

Depositei 800,00 e eles falaram que vão descontar 500,00 e vai sobrar só 300 o que não dá para eu pagar minhas contas.

Liguei e falei com a outra gerente da agência que bloqueou e ela disse que o sistema bloqueia sozinho e que não tem nada a ser feito.

Pensei em procurar procon mas não sei se é da ossada deles.

Gostaria de saber o que posso fazer. Agradeço a todos desde já.

Respostas

5

  • 0
    M

    mariamaria Quarta, 09 de junho de 2010, 13h37min

    vc pode ir a agencia que fez o bloqueio e solicitar que seja feito somente um desconto de 30%.

  • 0
    D

    DENER F SILVA Quinta, 10 de junho de 2010, 9h53min

    Obrigado pela ajuda. Mas estes 800,00 são para a minha subsistência, comida, remédios etc... não acho justo bloqueaream. Falei com a gerente ontem e ela disse que não pode fazer "nada".

    As parcelas que estão cobrando vem do CONSTRUCARD segundo ela.

    Será que cabe Danos Morais? Andei lendo alguns processos com o mesmo problema e que garantiram a invalidação de cláusulas do contrato do cartão CONSTRUCARD que permite a penhora da poupança.

  • 0
    M

    mariamaria Quinta, 10 de junho de 2010, 13h31min

    bom, em caráter emergencial, retire os 30%, posteriormente, com um advogado, mova o processo para pedir os danos morais e a restituição do que foi lhe cobrado.

    boa sorte

  • 0
    D

    DENER F SILVA Quinta, 10 de junho de 2010, 14h07min

    Obrigado, Maria.

    Fui na agência mas a gerente se mostrou indiferente disse não poder fazer nada.
    É duro viu.

    Fui ao procon e a advogada de lá disse que eles tem direito de pegar o valor depositado. Se a poupança fosse para depósito de salário todo mês pela empresa que trabalho eles poderiam bloquear 30% só, mas como não é então podem pegar tudo.

    Acho muitas vezes que o procon daqui tem muita coisa obscura com muitas empresas.

    Pelo que li de uma lei 11.382/2006 não podem fazer isto desde que o valor do saldo não ultrapasse 40 sal. mínimos o que não é o meu caso.

    A advogada do procon disse que teria que entrar com uma ação na Justiça Federal para obter a liberação.... acho que vou ter que brigar para ter o que é meu.

  • 0
    P

    Prometheus Silva Quinta, 01 de julho de 2010, 10h32min

    Reclame no BACEN surte mais efeito do que procon e JEF, pois ha penalidade a ser imposta a instituiçao, considero como confisco, ainda mais que existe outros meios de cobrança e gerente nao tem poder de Juiz para bloquear o seu cartão nem o seu dinheiro, eis ai um Bacen jud as avessas.
    e mand a adv do procon estudar mais um pouco, por isso esse Orgao não funciona.

Essa dúvida já foi fechada, você pode criar uma pergunta semelhante.

Receba os artigos do Jus no seu e-mail

Encontre um advogado na sua região